Início Notícias Têxtil

Première Vision reforçada em fevereiro

Sustentabilidade, tecnologia e tendências serão os pilares da próxima edição da feira têxtil parisiense. Agendada para 7 a 9 de fevereiro, a Première Vision conta já com mais de 1.200 expositores inscritos, mais do que em fevereiro de 2022, sendo Portugal o quinto país mais representado.

[©Première Vision/François Durand]

No conjunto de todas as áreas da Première Vision Paris – que inclui fios, tecidos, acessórios, design têxtil, couro e confeção –, Portugal conta até ao momento com 70 expositores inscritos, ficando somente atrás de Itália (308 expositores), Turquia (206) França (163) e China (93).

No total, a feira parisiense regista 1.231 expositores, numa edição que, refere a organização em comunicado, «promete riqueza de novos produtos e novidades em tudo, da oferta e conteúdo inspiracional aos seus serviços e programa». A Première Vision Paris contará em fevereiro de 2023 com uma oferta 11% mais alargada do que a edição homóloga de 2022, na qual estiveram 1.080 expositores, com produtores provenientes de 44 países, sobretudo europeus e da bacia do Mediterrâneo, assim como da Ásia.

A Première Vision Paris está igualmente a reforçar o seu empenho para ajudar a indústria a fazer a transição ao nível ambiental e social, incluindo uma plataforma melhorada para informar os players da indústria e fornecer-lhes soluções concretas em termos de produção e sourcing, aponta a organização.

No espaço Smart Creation, além das inovações de 48 expositores, o fórum Eco-Innovation dará visibilidade aos produtos mais sustentáveis e inovadores das coleções dos expositores e na Eco Information Desk os visitantes poderão obter informação sobre a oferta ecologicamente responsável presente na feira. A Première Vision receberá ainda o seminário de moda Eco-Innovation Trend Tasting, organizado pela equipa de moda da Première Vision, onde serão apresentadas as mais recentes tendências e desenvolvimento de materiais sustentáveis para a primavera-verão 2024, assim como várias conferências sobre moda sustentável, que ficarão ainda disponíveis online, no website da feira.

Tecnologia ganha espaço

[©Première Vision/Alex Gallosi]
Como novidade, a Première Vision Paris irá apresentar um novo espaço, batizado Smart Tech, dedicado à inovação digital. Este espaço, integrado na área Smart Creation, irá mostrar as inovações de 20 empresas nas áreas da tecnologia, nomeadamente inteligência artificial, algoritmos, rastreabilidade e blockchain, logística e análise de dados. «O objetivo delas é apoiar a indústria nas suas transformações digitais e ecológicas através da otimização do design e processos produtivos para uma indústria mais sustentável: monitorização de dados de tendências e online, análise de mercado, rotulagem ambiental, circularidade, soluções para a digitalização de materiais, ferramentas de design 3D, ferramentas anti-contrafação, moda digital…», explica a organização da feira.

Os visitantes poderão ainda passar por uma área especial, organizada em parceria com o centro tecnológico IFTH (Institut Français de la Mode, du Textile et de l’Habillement), onde será construída uma cadeia de digitalização de um produto de moda, desde a digitalização do material ao produto acabado, através da prototipagem virtual e simulação digital num avatar, acompanhando o produto nas várias fases de produção. Serão ainda disponibilizadas visitas guiadas a esta área Smart Tech em inglês, francês, italiano e alemão.

Para otimizar a experiência de sourcing, a Première Vision irá oferecer novas ferramentas para ajudar os visitantes e guiar marcas e compradores na seleção dos materiais para a estação quente de 2024, nomeadamente uma app para telemóvel para uma visita facilitada e um código QR em cada stand que permite aceder a mais informação dos expositores, assim como entrar na página respetiva no Première Vision Markerplace.

Online centrado nos visitantes

[©Première Vision/Alex Gallosi]
A feira mantém também, desde a pandemia, uma edição virtual, mas nesta edição de fevereiro será especialmente vocacionada para os visitantes físicos. «Após ter auscultado profissionais da indústria, com quem as equipas fizeram uma série de inquéritos, a Première Vision vai, mais uma vez, dar uma maior proeminência ao evento presencial», sublinha a organização. «As seleções de produtos no fórum ficarão disponíveis online na abertura da Première Vision Paris para facilitar as visitas. Os visitantes que estejam no certame terão acesso privilegiado a um resumo das principais tendências sazonais no dia seguinte ao encerramento da feira. O conteúdo dos eventos de tendências para a primavera-verão 2024 (seminários, fórum 3D, Live Sourcing), como repetições de algumas conferências, ficarão disponíveis online algumas semanas após a feira e já não simultaneamente», destaca ainda.