Início Notícias Calçado

Presença obrigatória na Gallery Shoes

A feira de calçado de Düsseldorf deu por terminada, na passada terça-feira, a 5.ª edição, que contou com cerca de 400 expositores, 65% alemães e 35% internacionais, de perto de 600 marcas. O balanço é positivo, portanto não pôr lá os pés nem foi opção.

O evento começou no primeiro dia de setembro e reuniu visitantes de diversas partes do globo, para além dos vizinhos austríacos e suíços, nomeadamente dos países da Benelux, Rússia, Dinamarca, Finlândia, Suécia, sul da Europa e EUA.

Ulrike Kähler, diretora da Igedo Company e diretora de projeto afirma que o evento teve uma «prestação estável». O movimento da segunda-feira chegou para compensar o domingo mais calmo do que o previsto, «confirmado não apenas pela contabilização oficial de visitantes, mas também pelas experiências pessoais de expositores».

Depois desta edição, a Gallery Shoes ganhou o título de principal feira comercial alemã, onde todos os segmentos e marcas de referência estão representados. As associações German HDS/L e BDSE destacam que o evento oferece uma visão geral clara e bem-fundamentada, assim como uma atmosfera agradável, tornando-o «imperdível», nas palavras de Brigitte Wischnewksi, presidente da BDSE.

Ulrike Kähler coloca agora a Gallery Shoes no centro da agenda internacional de eventos. O seu sucesso advém também da cooperação com associações estrangeiras – só este ano, com a colaboração da associação FICE, a federação espanhola da indústria de calçado, conseguiu atrair 80 expositores espanhóis. A diretor garante que «para o futuro continuaremos a trabalhar em projetos internacionais conjuntos semelhantes».

Outra vantagem que eleva a Gallery Shoes prende-se com o alinhamento do evento, que inclui importantes palestras sobre tópicos da indústria digital. Esta edição contou com várias apresentações, como “Stock e conteúdo como força motriz do retalho híbrido” da SPOCC e “Inquéritos críticos de clientes num mundo de retalho globalizado e medialmente transparente” da CADS. Segundo Kähler, a revista alemã TW «abriu com a Order-Info, também transmitida internacionalmente pela Gallery Shoes», a que se seguiram «palestras sobre tendências inspiradoras e detalhadas de

vários órgãos da indústria», sem esquecer que na noite do segundo dia da feira se realizou «a cerimónia de premiação independente do Prémio Schuhkurier».

Novidades deste ano

A Gallery Shoes mostra uma constante preocupação pelo processo de melhoria do evento. Este ano, a novidade traduziu-se numa construção leve num local de destaque da Areal Böhler, com sua própria entrada para acomodar a Zona das Crianças. Além disso, também se procedeu à otimização da zona Comfort, onde a entrada e a praça foram muito populares.

Ulrike Kähler acredita que o «trabalho árduo está a compensar», já que «tudo visa atrair visitantes profissionais e oferecer-lhes o espectro mais versátil possível em todos os segmentos e a nível internacional – com um total de quatro datas possíveis para calçados, acessórios e moda, cada uma em momentos diferentes e com um foco diferente».

A próxima edição da Gallery Shoes está prevista para os dias 8, 9 e 10 de março de 2020.