Início Arquivo

Primeiro laboratório de uma ETAR acreditado

O processo de acreditação começou há cerca de três anos, baseado na norma NP EN ISO/IEC 17025. E, depois de no dia 3 de Dezembro de 2003, o laboratório ter sido submetido a auditoria de concessão para Acreditação de 9 determinações – pH, Carência Química de Oxigénio, Carência Bioquímica de Oxigénio, Sólidosem Suspensão Total, Azoto Total de Kjeldahl, Azoto Amonical, Nitritos, Ortofosfatos e Condutividade –, chegava, no passado dia 12 do mês em curso, a boa notícia: O Instituto Português da Qualidade (IPQ), na sequência da Reunião de Decisão de Acreditação, realizada em 9 de Julho de 2004, decidiu conceder a Acreditação ao laboratório da Tratave.

A Tratave é a concessionária do Sistema Integrado de Despoluição do Vale do Ave desde Setembro de 1998, por um prazo de 25 anos, o qual engloba os municípios de Guimarães, Santo Tirso, Famalicão, Vizela e Trofa.

Este laboratório tem também sob a sua responsabilidade o controlo analítico da qualidade das águas residuais drenadas para o Sistema por cada uma das empresas ligadas, através da determinação de alguns parâmetros constantes do “Contrato de Adesão e Ligação ao Sidva (Sistema Integrado de Despoluição do Vale do Ave) ”, realizando, para este efeito, cerca de 32.000 análises anualmente. O Sidva integra uma rede de colectores/interceptores ao longo dos principais cursos de água da região, constituído por três frentes de drenagem, cada uma servida por uma Estação de Tratamento de Aguas Residuais.

Esta Acreditação agora conseguida é importantíssima para a total credibilização dos resultados do laboratório, uma vez que, e segundo as palavras dos responsáveis do IPQ, «constitui o reconhecimento formal, por parte de um organismo de acreditação da competência para a execução de determinados ensaios e/ou calibrações do laboratório».

A Acreditação do laboratório da Tratave, para além do facto pioneiro de se tratar do primeiro laboratório de ETAR a receber este destaque – o que só por si é muito significativo –, é extremamente importante por vários aspectos. Desde logo, do ponto de vista técnico, porque a avaliação do laboratório permite garantir que o mesmo dispõe de pessoal competente, instalações e equipamentos adequados aos ensaios acreditados. Isto a juntar ao facto de que utiliza métodos normalizados e/ou devidamente validados e que aplica um sistema de controlo da qualidade e validação técnica dos resultados. Do ponto de vista organizacional, a implementação de um sistema da qualidade permite disciplinar a rotina de trabalho. E no que concerne ao aspecto ético, fica-se com a certeza de que há garantias de possuir identidade legal, actuação imparcial, e respeito pela confidencialidade dos resultados e segurança das práticas.