Início Arquivo

Produção da ITV belga em queda

Enfrentando sérias dificuldades, com quebras significativas das exportações de têxteis-lar e de vestuário (vernotícia no PT) que obrigaram mesmo a pedidos de apoio à UE (vernotícia no PT), o sector têxtil e de vestuário da Bélgica assiste a diminuições significativas no nível de produção.

A produção belga de têxteis e de vestuário, medida pelo índice de produção NSI (2000=100), atingiu os 82,7 em Dezembro de 2003, o que representa um decréscimo de 2,8% relativamente aos níveis registados em 2002, verificando-se também um decréscimo significativo relativamente aos 84,2 registados em Novembro de 2003. Durante o ano anterior, o índice de produção médio foi de 83,6 o que reflecte uma descida significativa relativamente ao valor médio de 89,7 que foi registado em 2002.

Durante o ano 2003 as exportações diminuíram significativamente. No caso dos artigos de malha e tricô, as exportações totalizaram cerca de 1,64 mil milhões de euros, reflectindo um decréscimo de 2,17% relativamente aos valores de 2002. As exportações de vestuário, excluindo os artigos de malha e tricô, registaram uma quebra de 3,27% passando a cifrar-se em cerca de 2,49 mil milhões de euros. No caso das exportações de fios e tecidos de algodão, a quebra registada foi de 22,95%.