Início Destaques

Quando o golfe é o desporto rei

Num país onde o futebol reina, a IlluminatiGolf desafiou a norma, apostando em artigos inovadores para golfistas. Com oito anos, a marca 100% portuguesa olha para a Alemanha e Holanda como próximos destinos, afiançando a sua tacada “verde”.

Apesar de ser uma insígnia nacional, o início da IlluminatiGolf teve lugar na Alemanha, que é precisamente um dos seus próximos destinos de exportação. «A ideia para a criação da marca surgiu na GolfFair, em Munique, em 2011, onde, rodeada de produtos inovadores para a prática de golfe, descobri que estava apaixonada por esta vertente, quis apostar e criei a IlluminatiGolf», conta a fundadora da marca, Isabel Veríssimo, ao Portugal Têxtil.

Os polos técnicos, «para um melhor desempenho do jogador ou jogadora», produzidos em Barcelos, são os principais produtos da IlluminatiGolf que, no futuro, pretende diversificar para «o segmento de calças», revela a empresária.

Desde 2011, a IlluminatiGolf tem vindo a apostar na inovação e na sustentabilidade dos seus produtos, através da aplicação de fibras amigas do ambiente, como o liocel. «Esforçamo-nos para ir de encontro ao pensamento na nossa geração. Queremos que tudo o que produzimos tenha o mínimo impacto ambiental para o planeta», afirma Isabel Veríssimo.

A IlluminatiGolf utiliza, por exemplo, malhas com dri-release, «uma mistura patenteada de fibras sintéticas e naturais que combina absorção e secagem. A mistura absorve a humidade e transporta-a até à superfície do tecido, permitindo uma rápida e eficaz evaporação», explica a empresária. A marca está precisamente a preparar o lançamento de uma nova coleção totalmente «eco-friendly, com matérias-primas amigas do ambiente», adianta.

A tacada para a exportação

O golfe é o principal foco da IlluminatiGolf, que chega aos atletas através de lojas físicas em campos de golfe, clubes e torneios. Contudo, a marca quer ir mais longe. Atualmente, apresenta uma taxa de exportação de cerca de 40%, vendendo para países como Espanha, França e Suíça. A quota de exportação está dividida entre o mercado europeu, que representa 30%, e os Emirados Árabes Unidos, que chegam aos 10%. Futuramente, pretende potenciar a oferta para novos países europeus, nomeadamente a Alemanha e a Holanda, onde «já foram iniciados contactos», desvenda Isabel Veríssimo.

No ano passado, a IlluminatiGolf não alcançou os objetivos propostos, «porque o mercado nacional não correspondeu às expectativas, o que afetou as vendas», reconhece a fundadora da marca. Nesse sentido, Isabel Veríssimo admite que olha para 2019 «com alerta e os pés bem assentes no chão, indo passo a passo».