Início Arquivo

Quarta lição é em Portugal

Face a uma concorrência que se agigante desmesuradamente, há toda uma indústria têxtil, mesmo aquela vista até há bem pouco tempo como um conjunto de produtores de baixos custos – Europa do Sul, Turquia ou Índia, por exemplo – questiona-se como sobreviver num mercado verdadeiramente global. Estas regiões deparam-se hoje perante os mesmos desafios que a Europa do Norte e a América do Norte têm vindo a enfrentar desde há alguns anos.E é para ajudar as empresas a encontrar essa resposta que a International Newsletter promove, há já 5 anos, o simpósio "How to enter technical textile markets". Depois de Stratford-upon-Avon (Inglaterra), Praga (República Checa) e Ghent (Bélgica), a quarta "lição" de como entrar em sectores de mercado de valor acrescentado vai decorrer no Porto, nos dias 22 e 23 de Março, cumprindo-se assim a tradição de eleger cidades enlevadas por um passado histórico e próximas de uma região têxtil voltada para o futuro. Organizada com a colaboração do Citeve, a quarta edição deste conceituado simpósio vai contar com um painel de oradores europeus e norte-americanos especialistas em questões como orientar os negócios para o domínio da utilização de têxteis técnicos; como mobilizar empresas da ITV para a definição de estratégias de investimento e modernização orientadas a estes novos mercados; como desenvolver nichos de mercado, comercializar esses produtos e manter-se na linha da frente relativamente a países em desenvolvimento como a China e a Índia; e no que podem fazer os gestores de topo e técnicos responsáveis pelo desenvolvimento de produtos e estratégias de marketing das empresas. «A aposta do Citeve ao trazer este tipo de evento para Portugal surge numa linha de iniciativas no domínio dos têxteis técnicos que estão no terreno, e pretende mobilizar as empresas do sector têxtil e do vestuário, mas também o sistema científico e tecnológico, os investigadores e os empreendedores», afirma Fernando Merino, director do departamento dos Têxteis do Futuro e dinamizador desta iniciativa.O simpósio divide-se em 4 sessões distribuídas pelos dois dias. O primeiro dia analisar-se-á as oportunidades e estratégias de mercado, nas principais regiões do globo, mas também do ponto de vista dos materiais, processos e equipamentos. O segundo dia será dedicado a duas áreas específicas que oferecem grandes oportunidades: os têxteis médicos e os têxteis inteligentes.