Início Arquivo

Quelle pretende invadir a Europa Central e Oriental

O grupo sediado em Furth afirmou que o seu volume de negócios de 2001 atingiu os 58 milhões de euros nesta região da Europa, em comparação com os 54 milhões de euros do ano transacto, e espera-se um maior crescimento para o corrente ano. A Quelle, que recentemente abriu novas lojas em Vladivostok e Khabarovsk, hoje em dia tem seis centros de distribuição na Rússia, incluindo Moscovo, S. Petersburgo, Archangel e Yekateringburg. “A Europa ocidental é um mercado chave para a Quelle”, adiantou o director geral do grupo, Christoph Achenbach. À excepção da Rússia, os têxteis encontram-se no top da listas de encomendas. Os consumidores russos podem encomendar directamente pelo catálogo geral alemão e também através de um certo número de catálogos específicos com a ajuda de tabelas traduzidas. A subsidiária polaca da Quelle em Poznan, que foi fundada em 1992, no início do ano lançou o negócio de catálogos no seu país. Em 1995, a Quelle começou a distribuir em toda a Alemanha através dos serviços de remessa dos Correios da Alemanha, devido às tarifas elevadas. O recomeço da distribuição directa na Polónia excedeu as expectativas, adiantou a Quelle. Na Estónia, os clientes podem encomendar através de um catálogo de 200 páginas traduzido para estoniano. As entregas para a Eslovénia, que até agora eram levadas a cabo pela Alemanha, vão ser agora feitas pela Quelle Áustria. A empresa alemã tem subsidiárias na República Checa, na Eslovénia, na Hungria e na Polónia. A Quelle e a Neckermann, que fazem parte do grupo KardstadtQuelle, somaram em 2001 um volume de negócios que ronda os 7,7 mil milhões de euros.