Início Revista de Imprensa

Revista de Imprensa

  1. ISEG mantém previsão para PIB mas exportações desaceleram
  2. Confiança dos empresários alemães sobe para novo máximo
  3. May garante que nenhum residente da UE no Reino Unido terá de sair após o Brexit
  4. Sofalca: Necessidade impôs a criatividade e inovação com a velhinha cortiça
  5. Comércio nas principais ruas de Lisboa cresce mas não o suficiente para passar o Porto
  6. O espírito navegador de Hugo Costa conquistou Paris
  7. Outros

1ISEG mantém previsão para PIB mas exportações desaceleram

dinheirovivoO ISEG manteve inalterada a sua previsão para o andamento da economia em 2017, mas estima que o perfil de crescimento se altere no 2º trimestre.

2Confiança dos empresários alemães sobe para novo máximo

O índice que mede o clima empresarial na Alemanha atingiu um novo recorde em Junho, devido às perspectivas optimistas para a economia do país.

3May garante que nenhum residente da UE no Reino Unido terá de sair após o Brexit

A primeira-ministra britânica apresentou a proposta sobre os direitos dos cidadãos europeus a residir no Reino Unido, segundo a qual estes terão de requisitar um novo cartão com um “estatuto regularizado” de residência.

4Sofalca: Necessidade impôs a criatividade e inovação com a velhinha cortiça

dinheirovivoApenas duas empresas em Portugal fabricam o aglomerado negro de cortiça, muitas vezes modeladas em 3D, uma delas é a Sofalca, fundada em 1966, em Abrantes, pelo avô dos atuais proprietários. Durante vários anos, “a empresa dedicou-se a produzir material para ser usado no isolamento térmico, porque é um material que deixa as casas respirarem, e também acústico, mas a crise obrigou-nos a pensar o que fazer com um material tão nobre, numa altura em que era cada vez menos procurado por causa da queda da construção”, referiu Paulo Estrada, dono da empresa.

5Comércio nas principais ruas de Lisboa cresce mas não o suficiente para passar o Porto

Estudo que compara valores de há dez anos com os atuais dá liderança à Rua de Santa Catarina no Porto. Lisboa tem a 2ª e 3ª ruas mais concorridas – mas houve uma troca de ordem.

6O espírito navegador de Hugo Costa conquistou Paris

O criador português apresentou ontem as suas propostas para homem, para a próxima estação quente.

7Outros

Portuguese Women in Tech vencem maratona digital social da Gulbenkian

Durante este fim de semana, mais de 150 pessoas estiveram na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, à procura de uma solução digital para ajudar a resolver a crise dos refugiados. Foi a segunda edição do Hack for Good, a maratona social da instituição, que, este ano, foi vencida pela plataforma Portuguese Women in Tech (PWIT), com o projeto Cura.

Fabricante de ‘airbags’ Takata declara insolvência

O fabricante japonês de ‘airbags’ Takata avançou hoje com um pedido de insolvência no Tribunal de Tóquio justificado pelos prejuízos avultados causados pelos seus dispositivos de segurança defeituosos.

dinheirovivo

É em Paris que o mundo pode descobrir a moda portuguesa

ShowCase Moda Portugal, organizada em Paris, será a primeira de uma série de iniciativas para promover o vestuário, o calçado e a joalharia.

Vencedores do ‘mais português hotel do mundo’ conhecidos dia 27

As seis propostas de design para “O mais português hotel do mundo” vão estar em exposição e em votação até ao dia 27 de junho.

Ritz-Carlton. Os novos cruzeiros de luxo estão aí

A cadeia de hotéis de luxo Ritz-Carlton, parte da Marriott International, anunciou que acabou de expandir o seu negócio da terra para o mar e será a primeira a primeira a incluir na sua oferta topo de gama a opção de iates e navios de cruzeiro. A promessa é cortar com a atual oferta massificada do mercado de cruzeiros e, a partir do último trimestre de 2019, replicar a bordo a mesma qualidade em serviços e instalações já consagrada nos hotéis espalhados por mais de 30 países, Portugal incluído (com o Penha Longa Resort). As reservas para as viagens inaugurais só serão possíveis a partir de maio de 2018.

ri.expresso

Ninguém aproveita fundos como os hotéis do Norte

Incentivos europeus patrocinam construção de 24 grandes projetos turísticos.

ri.jornalnegocios

Wall Street arranca semana em alta com recuperação do petróleo

As bolsas dos Estados Unidos estão a negociar em alta esta segunda-feira, impulsionadas pela subida dos preços do petróleo nos mercados internacionais.

Inspecções às empresas vão ser feitas em conjunto

Em vez de receber a visita do Fisco, uma empresa poderá passar a contar também com a ACT ou a ASAE, naquilo a que o Governo chama de “fiscalização de uma só vez”. Trata-se de uma medida do Simplex + 2017 divulgado esta segunda-feira.

ri.noticiasaominuto

Há mais duas empresas portuguesas à procura de dinheiro na Seedrs

A Corkbrick Europe e a Homeit são as mais recentes empresas nacionais a apostarem na Seedrs para juntarem o dinheiro necessário para fazer crescer os respetivos projetos.

ri.observador

Agarra que é lagosta

Os flamingos, catos e ananases que se cuidem. As lagostas são a nova coqueluche dos padrões de verão e já agarraram meias, almofadas, porta-chaves e até colchões insufláveis com as suas pinças.

Paris não tem uma Rue de la Mode Portugaise, mas quase

A propósito da Semana da Moda Masculina de Paris, 30 marcas e designers portugueses fizeram as malas e, durante dois dias, mostram o que valem na rua onde tudo acontece. O Observador esteve no Marais.

ri.portugalnews

Feira FILDA 2017

A Feira Internacional de Luanda (FILDA) realiza-se entre 26 e 30 de julho, na Baía de Luanda. A AEP – Associação Empresarial de Portugal vai organizar, com o apoio da AICEP, o pavilhão português neste certame, destinado à participação de todas as empresas portuguesas produtoras e comercializadoras de bens e serviços.

Visita Estado Presidente da República ao México – Missão Empresarial 16 a 18 de julho

A AICEP organiza uma Missão Empresarial ao México, no âmbito da Visita de Estado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a decorrer nos próximos dias 16 a 18 de julho.

ri.publico

Da venda ambulante à Eugénio Campos Jewels

Eugénio Campos começou aos 21 anos com uma mala e um livro de facturas nas mãos e hoje tem uma empresa que factura quatro milhões de euros.