Início Revista de Imprensa

Revista de Imprensa

  1. Fórum para a Competitividade quer Portugal a crescer 3% ao ano em 10 anos
  2. Exportações sobem significativamente em mercados onde tinham tido quebras
  3. Bruxelas propõe reflexão sobre futuro do orçamento da UE
  4. Paulo Nunes de Almeida renova liderança da AEP
  5. MindProber eleita internacionalmente como a stratup mais inovadora de 2017
  6. Planetiers, o site que quer deixar Portugal mais sustentável
  7. Outros

1Fórum para a Competitividade quer Portugal a crescer 3% ao ano em 10 anos

ri.noticiasaominutoPortugal tem de crescer a uma média anual de 3% até 2026 para compensar a estagnação dos últimos 16 anos, angariando investimento direto estrangeiro exportador, diminuindo custos de contexto e apostando na formação qualificante e na economia digital.

2Exportações sobem significativamente em mercados onde tinham tido quebras

ri.noticiasaominutoAs exportações portuguesas cresceram 13% até abril deste ano, segundo dados do Banco de Portugal, e “subiram significativamente” no Brasil, China, Angola e Estados Unidos, recuperando de quebras no passado, anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros.

3Bruxelas propõe reflexão sobre futuro do orçamento da UE

dinheirovivoA Comissão Europeia apresentou hoje cinco cenários para reflexão sobre o futuro do orçamento da União Europeia (UE) sob o tema “financiar mais com menos”, e que prevê, nomeadamente, premiar as reformas estruturais e o respeito pela lei.

4Paulo Nunes de Almeida renova liderança da AEP

ojePaulo Nunes de Almeida foi ontem reeleito presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP), com 97,6% dos votos expressos, numa das eleições mais concorridas de sempre, segundo adianta fonte oficial da organização. “A sua equipa integra uma lista de continuidade, embora renovada, com 32 elementos onde não faltam nomes sonantes do setor empresarial português”.

5MindProber eleita internacionalmente como a stratup mais inovadora de 2017

dinheirovivoA MindProber é uma plataforma de automação de estudos de neurociência do consumo, e depois de ter vencido o voto popular online, que a apurou para a competição final, a empresa foi eleita como a mais inovadora a nível mundial por um júri constituído por alguns das mais importantes personalidades do sector.

6Planetiers, o site que quer deixar Portugal mais sustentável

ri.observadorDois empreendedores portugueses criaram uma plataforma com cerca de 70 produtos que lutam contra o desperdício. Da eficiência energética à moda sustentável, a Planetiers já está online.

7Outros

Contadores inteligentes. Siemens e Landis+Gyr vão fornecer EDP

A Siemens Portugal e a Landis+Gyr juntaram-se para fornecer à EDP Distribuição os contadores inteligentes Energy Boxes, que serão instalados, em 2017 e 2018, nas residências dos consumidores finais portugueses.

Portugueses estão a ir menos vezes ao supermercado. E gastam menos

Os portugueses estão a ir menos vezes ao supermercado e também a gastar menos em cada ida, concluiu o estudo Marcas + Consumidores, da Kantar World Panel, apresentado esta quarta-feira.

Novo cibertaque. Saiba com o proteger a sua empresa

De acordo com os analistas da Kaspersky Lab, que estão a investigar a nova vaga de ataques de ransomware que está a atacar várias organizações em todo o mundo, as primeiras descobertas avançadas sugerem que não se trata de uma variante do ransomware Petya como foi avançado publicamente, mas sim de um novo vírus “nunca foi visto anteriormente”. Em comunicado, a Kaspersky Lab diz que “esse é o motivo pelo qual o intitulamos NotPetya”.

dinheirovivo

Estudo BP. Energias renováveis continuam a crescer

A produção mundial de carvão desceu 6,2%, a maior quebra anual de que há registo, revela estudo da BP apresentado esta manhã, em Oeiras.

ri.jornalnegocios

BCE e Fed arrastam bolsas europeias para mínimos de dois meses

As bolsas europeias estão a ser pressionadas pelos comentários de Janet Yellen e Mario Draghi, que adensaram receios entre os investidores. O ataque informático, o adiamento das reformas nos EUA e a queda do petróleo também penalizam.

Brasileira Natura compra The Body Shop por mil milhões de euros

A empresa de cosmética brasileira Natura adquiriu a cadeia britânica The Body Shop. De acordo com a BBC, a empresa brasileira terá pago mil milhões de euros pela operação.

Leixões com mais 60% de cruzeiros

O porto de Leixões continua a bater recordes na actividade de cruzeiros, tendo recebido 29 mil passageiros em 31 escalas nos primeiros cinco meses deste ano, mais cerca de 60% do que em igual período do ano passado.

Economia da floresta cresceu 3,8% em 2015

A silvicultura continua a ter um peso de 0,6% na economia nacional, mas o seu valor acrescentado bruto manteve a trajectória de crescimento iniciada em 2008. A cortiça é o maior responsável pelo aumento de 2015.

ri.observador

Kleed. A vida selvagem dos pijamas e quimonos

Zebras, chitas e rinocerontes. De África para Portugal, os quimonos e pijamas da Kleed têm a missão de preservar a vida selvagem estampada em cada peça. Parte das vendas reverte para reservas.

oje

Mercado do trabalho: o primeiro grande teste interno de Macron

O presidente francês começa hoje a gerir um dos dossiers que determinou o afastamento do seu antecessor. Quer negociar com os parceiros sociais nos próximos meses.

ri.portugalnews

Ministro da Economia de Portugal em Budapeste

Decorreu, entre os dias 26 e 27 de junho em Budapeste a conferência „2017 Conference of the Global Forum on Productivity”, organizada pela OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

Visita Estado Presidente da República ao México – Missão Empresarial 16 a 18 de julho

A AICEP organiza uma Missão Empresarial ao México, no âmbito da Visita de Estado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a decorrer nos próximos dias 16 a 18 de julho.

ri.publico

Reforma antecipada sem cortes abrange 15 mil pessoas a partir de Outubro

Restantes trabalhadores que peçam reforma antecipada mantêm penalizações até que as próximas fases entrem em vigor. Governo admite acabar com a redução de 7,1% nas pensões de invalidez que se transformam em pensões de velhice.