Início Revista de Imprensa

Revista de Imprensa

  1. Empresas familiares estão otimistas mas querem mais integração
  2. Exportações de cortiça sobem 4% para 748 milhões de euros até setembro
  3. OPEP e Rússia querem manter política que fez subir preços do petróleo
  4. CEiiA em Matosinhos cria rota pela tecnologia para se abrir à sociedade
  5. Portugal e Índia: uma amizade que está só a começar
  6. Credores decidem futuro da Quebramar
  7. Outros

1Empresas familiares estão otimistas mas querem mais integração

dinheirovivo
Barómetro Europeu de Empresas Familiares concluiu que 71% dos gestores destas empresas estão confiantes em relação aos seus negócios.

2Exportações de cortiça sobem 4% para 748 milhões de euros até setembro

dinheirovivo
As exportações de cortiça subiram 4% nos primeiros nove meses do ano, para 748 milhões de euros, face a igual período do ano anterior, segundo os dados da Associação Portuguesa da Cortiça (APCOR) enviados à Lusa.

3OPEP e Rússia querem manter política que fez subir preços do petróleo

ri.diariodenoticias
Maiores produtores reúnem-se nesta semana para decidir se estendem cortes até final de 2018, o que pode fazer subir preços.

4CEiiA em Matosinhos cria rota pela tecnologia para se abrir à sociedade

dinheirovivo
O Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel (CEiiA) promove hoje o “Manhãs com Tecnologia”, com o objetivo de abrir o equipamento localizado em Matosinhos à sociedade, cativando futuros profissionais e futuros utilizadores.

5Portugal e Índia: uma amizade que está só a começar

ri.diariodenoticias
Números ambiciosos e oportunidades de negócios levaram as relações comerciais entre os países a outro nível.

6Credores decidem futuro da Quebramar

dinheirovivo
Só o Novo Banco detém 83% dos créditos. Dívidas reconhecidas em tribunal ascendem a 30,2 milhões de euros.

7Outros

ri.diariodenoticias

Juros da dívida de Portugal a subir a 2 anos e a descer, para mínimos a 5 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam nesta segunda-feira de manhã a subir a dois anos e a descer nos prazos mais longos, a cinco anos para um novo mínimo de sempre.

Despedimentos coletivos tiraram emprego a 2.470 trabalhadores até agosto

Só na região de Lisboa e Vale do Tejo foram despedidos 1.357 trabalhadores, no âmbito de 141 despedimentos coletivos concluídos.

dinheirovivo

Bitcoin prestes a atingir a fasquia dos dez mil dólares

A escalada da moeda deve-se ao mercado especulativo japonês e à entrada de investidores institucionais no mundo inteiro.

“Estado deveria ser exemplo para as empresas”

CEO da Randstad Portugal diz que a subida do salário mínimo e a descida do salário médio pode criar uma “situação perigosa”.

ri.jornalnegocios

ARC mantém “rating” de Portugal e preocupações com “crescimento lento” e “dívida elevada”

A agência de notação financeira ARC manteve o “rating” de Portugal um nível acima de “lixo”, destacando a capacidade do Governo em estabilizar a economia, embora alerte para o elevado nível de endividamento num contexto de crescimento económico ainda lento.

Cinco ideias para aplicar o subsídio de Natal

A maioria dos portugueses já recebeu o subsídio de Natal. Um rendimento extra que muitos aproveitam para poupar, mas rentabilizar as poupanças é uma tarefa cada vez mais difícil. Conheça cinco soluções para aplicar o subsídio.

China precisa de tempo para descobrir Portugal

O congresso foi uma oportunidade para criar uma ponte. A distância exige que seja feita de avião. E isso pode, em Lisboa, ser um problema.

oje

Orçamento do Estado é aprovado hoje. Veja o que muda

Na proposta de OE2018, o Governo aumentou o número de escalões do IRS, de cinco para sete, desdobrando os atuais segundo e terceiro escalões, uma medida que o executivo estima beneficiar cerca de 1,6 milhões de famílias e que já foi aprovada no Parlamento. No próximo vão também ser introduzidas alterações ao mínimo de existência, que determina o nível de rendimento até ao qual trabalhadores e pensionistas ficam isentos de IRS.

ri.portugalnews

Feiras Internacionais Coreia do Sul – 2º semestre

As empresas portuguesas podem consultar a lista de feiras previstas para o 2º semestre de 2017 na Coreia do Sul como oportunidade para a internacionalização da sua atividade.

Seminário Oportunidades de Negócio Portugal-Marrocos

Por ocasião da Cimeira Luso-Marroquina, a AICEP e a sua congénere marroquina coorganizam o seminário Oportunidades de Negócio Portugal-Marrocos, dia 5 de dezembro em Rabat, para discutir as perspetivas económicas de ambos os países e o seu relacionamento bilateral.

ri.publico

Cimeira UE-África arranca com proposta para um novo Plano Marshall

Realizada pela primeira vez na África subsaariana, o encontro entre cerca de 80 chefes de Estado e de Governo, incluindo o primeiro-ministro português, decorre quarta e quinta-feira na capital económica da Costa do Marfim, Abidjan.