Início Arquivo

RFID em solo

A Vorwerk apresentou ao vivo um robot de serviço que se desloca ao longo de uma carpete contendo tecnologia RFID (Identificação por Rádio Frequência) para proporcionar uma navegação inteligente. Este novo desenvolvimento da empresa alemã especialista em tapetes e carpetes faz parte de um projecto mais vasto realizado em colaboração com a fabricante de chips Infineon Technologies, e permite que robots equipados com um leitor RFID naveguem automática e inteligentemente pelo solo actuando, por exemplo, como transportador de unidades ou limpador automático.

À primeira vista, esta carpete não difere de uma carpete tradicional. As etiquetas RFID, invisíveis, estão integradas na base da carpete onde podem receber e transmitir informação electromagneticamente. Uma etiqueta RFID individual consiste num filme ultra-fino de polietilenotereftalato (PET) equipado com condutores metálicos, uma antena e um microchip de silicone. Estas unidades planas estão integradas na carpete de forma a constituir uma rede ao longo de toda a superfície da mesma.

Cada etiqueta RFID tem o seu próprio número de identificação que pode ser detectado e identificado por um leitor através de um transmissor de dados sem fios (13,56 MHz) ao longo de uma distância de 10 centímetros. A energia necessária para este processo é exclusivamente fornecida pelo robot. As próprias etiquetas RFID são completamente passivas, o que significa que a carpete não retém qualquer tensão eléctrica.

Os transmissores individuais de sinal são transformados pelo robot num mapa virtual à medida que vai lendo as etiquetas individuais RFID integradas na carpete. O robot desloca-se justamente ao longo desta “rede directora”. A empresa aponta exemplos práticos como transportador de macas em alas predefinidas de um hospital com uma memória de leitura para analisar que alas foram já transpostas ou, no caso de robots limpadores, que áreas de uma dada superfície foram já processadas. O robot pode também armazenar dados e informações na etiqueta RFID, o que possibilita uma forma simples de controlo do serviço.

O Sistema de Carpete Inteligente poderá ir mais além. É possível, por exemplo, programar um robot para diferentes áreas numa base horária, isto é, após a experiência ter mostrado que ninguém vai circular por aí naquela hora. Além disso, as informações relativas ao próprio espaço (por exemplo, números de quartos ou corredores) ou determinadas propriedades têxteis da carpete podem também incluídas na etiqueta RFID.

A energia necessária para transferir a informação é fornecida pelo robot quando passa junto a uma etiqueta RFID, que é completamente passiva. Por consequência, a carpete pode ser usada e limpa sem qualquer restrição, em completa consonância com as propriedades habituais a uma carpete tradicional. Além do mais, as etiquetas RFID integradas na base da carpete estão também protegidas contra a ruptura e a humidade, que não interferem assim no seu desempenho.

Esta inovadora carpete deverá ser comercializada já em 2006.