Início Arquivo

Sara Lee encerra 6 fábricas

O gigante americano Sara Lee está a preparar o futuro pós-quotas encerrando seis fábricas e eliminando mais de 4.300 postos de trabalho, de um total de 55.000 envolvidos nas suas actividades do segmento de vestuário. «Devemos adaptar os nosso recursos para assegurar o crescimento num futuro sem quotas», declarou Lee Chaden, o responsável pela divisão de vestuário, aoJournal du Textile. «É imperativo redistribuir os recursos para manter a nossa posição concorrencial», acrescenta, depois da empresa anunciar o encerramento de três fabricas – no México, nas Honduras e em Porto-Rico – até ao final do ano. O fabrico das suas marcas Champion, Hanes, Playtex, e Wonderbra, serão redistribuídos pelas outras fábricas existentes no México, Honduras e Republica Dominicana. A empresa decidiu simultaneamente encerrar na Europa a sua fábrica histórica de Port Glasgow, na Escócia, depois de ter produzido soutiens durante cinquenta anos, mantendo os trabalhadores da área administrativa mas eliminando os 162 da área produtiva. Segundo Nick Hougthon, responsável pelalingerie da Sara Lee no Reino Unido, a fabrica não consegue competir com os preços das da Europa de Leste ou do Norte de África. A reorganização envolve ainda a redução de 350 postos de trabalho no sector de vestuário dos Estados Unidos da América, na unidade da Carolina do Norte, especializada em roupa interior.