Início Notícias Marcas

Scripta namora vizinho

Posicionada num segmento médio-alto, oferecendo desde o trendy bomber ao mais sofisticado vestido de noite, a Scripa acredita que em Espanha há bons casamentos e está a oficializar a sua relação comercial com o país vizinho.

Atualmente, a Scripta, marca própria da Scriptacode – empresa com mais de duas décadas que conta com um efetivo de 45 pessoas e confeção própria – assume um peso de 70% dentro da produção, mas o private label começa a reclamar quota.

«O private label está a começar, começámos há dois, três anos», informa Ana Ribeiro, administrativa-comercial da Scriptacode, ao Portugal Têxtil.

Apesar desta investida no private label, que agrega já vários clientes internacionais, a marca própria, nascida em 2004, continua a ser o trampolim da Scriptacode, como afirma Maria Manuel, designer na empresa. «A marca continua a ser um suporte, aquilo que demonstra a nossa qualidade e nunca vamos abdicar do nosso projeto», afirma.

Atualmente, o salto faz-se para Espanha que, dentro da exportação, assume maior apetência pelo vestuário da marca, com um peso de 15% a 20%.

«Estávamos um bocadinho mal entregues fora de Portugal, a agentes, e estamos neste momento a crescer a nível de exportação com a marca própria. Em Espanha tínhamos um representante, mas agora trabalhamos diretamente com os vendedores. Mudámos de estratégia», explica Ana Ribeiro, que refere a confiança depositada numa equipa de três vendedores na cimentação do mercado vizinho.

A Espanha juntam-se depois a França e a Grécia, países que compõem o trio de ataque das vendas da Scripta

Com três pontos de venda próprios em território nacional e venda em lojas multimarca – dentro e fora de portas – as duas coleções anuais da Scripta são sempre divididas por temas e adaptam-se a distintos guarda-roupas, que têm como fio condutor a qualidade.

«A coleção volta-se para uma mulher mais cuidada, na casa dos 30 na parte mais clássica e, depois, temos uma abordagem mais urbana, para o dia-a-dia, com preços mais convidativos. Vai desde o bomber ao vestido de noite», analisa a designer, sublinhando que se trata de «uma coleção que não se conhece só de olhar para o catálogo».

Desprendida de ditados populares e, também, de superstições, o número 13 é de sorte na Scripta.

A página oficial do Facebook da marca soma mais de 13 mil seguidores, número que demonstra, segundo Maria Manuel, a «participação ativa e o contacto direto com os seguidores» que a Scripta tem vindo a cultivar no ciberespaço.

Dentro da presença online da Scripta, o portal de comércio eletrónico, neste momento a ser «alvo de uma reestruturação», segundo Ana Ribeiro, é outra das prioridades.

Com um crescimento tímido em 2015, a marca tem ainda vindo a assinar a folha de presença de várias feiras internacionais, com destaque, no segundo semestre deste ano, para a Momad, em Madrid, e para a Modtissimo, no Porto.