Início Arquivo

Sector têxtil na croácia aposta nas invenções de alta tecnologia

Com o objectivo de se reestruturar, a indústria têxtil da Croácia está a focar a sua atenção em novas invenções de alta tecnologia, estando a ser desenvolvidos novos projectos para apoiar o desenvolvimento da ITV da região. A Faculdade Têxtil de Zagreb começou dois novos projectos, o inteligent carpet e o smart clothes. Ambos estão próximos de terminar e foram recentemente registados no gabinete de registo de patentes. De acordo com Dubravko Rogale, reitor da Faculdade e responsável pelos projectos, o futuro competitivo da indústria na região passa pela realização de produtos sofisticados e de alta qualidade. Rogale refere ainda que a indústria têxtil na Croácia apresenta diversas vantagens, ao estar próxima da Europa Ocidental e com tecnologia e força de trabalho de elevado valor. De acordo com Rogale, «O nosso objectivo é fazer produtos sofisticados que países concorrentes não consigam. Esta é a forma como conseguiremos realizar lucro e salvar a ITV do nosso país». A carpete, produzida em colaboração com o fabricante de carpetes Regeneracija Zabok (6ª maior empresa produtora de têxteis na Croácia), será apresentada na Domotex, feira internacional de carpetes a realizar em Hannover entre 17 e 20 de Janeiro de 2004. Com a apresentação na feira, pretende-se verificar o interesse que o produto possa despertar no mercado. A carpete está equipada com sensores electrónicos invisíveis, que se iluminam quando alguém os pisa. Podem ser usados, por exemplo, para indicar e sinalizar saídas de emergência em hotéis caso hajam situações de risco. Com uma programação diferente, pode registar se alguém – por exemplo uma pessoa idosa ou doente que vive sozinha – cai e fica deitada no chão, caso em que a carpete emite um sinal de aviso a uma instituição médica. «Em casa, a carpete pode reconhecer diferentes membros da família, identificar onde costumam ir à noite, de forma a iluminar e mostrar o caminho para o quarto de banho, por exemplo. Ou pode ser usada como um alarme», conforme refere Rogale. O fato inteligente smart suit é um conceito já investigado nos EUA pelos militares norte-americanos para melhorar o desempenho em combate e a comunicação. Pode também ser usado para medir as pulsações e o ritmo cardíaco de atletas profissionais ou de recém nascidos, reduzindo as probabilidades de ocorrência da mortalidade infantil. Na Croácia será usado inicialmente como roupa de protecção, fabricado pela empresa local Siscia. Conforme referido por Rogale, o smart suit «terá sensores para aferir as temperaturas do corpo e exteriores, com airbags insufláveis no interior. Se a temperatura baixar, os airbags irão insuflar e aumentar o isolamento térmico. Caso a temperatura aumente, os airbags podem libertar o ar, obtendo-se o efeito de diminuição da temperatura do corpo».