Início Arquivo

sia salva Guess

O continente asiático acabou por salvar a Guess Inc de uma quebra absoluta de vendas e lucros, com a crescente adesão dos consumidores asiáticos a compensar a forte quebra das vendas comparáveis registada nos mercados ocidentais, nomeadamente na Europa e nos EUA. No primeiro trimestre terminado a 28 de abril, a empresa registou um lucro de 26,6 milhões de dólares (21,45 milhões de euros), em comparação com os 42,7 milhões de dólares do mesmo período do ano passado. O lucro operacional caiu 44,8%, para 39,1 milhões de dólares, incluindo um impacto desfavorável de câmbio de 900 mil dólares. O volume de negócios caiu 2,2%, para 579,3 milhões de dólares. Ainda assim, estes resultados superaram as expetativas dos analistas, que antecipavam em média um lucro de 0,26 dólares por ação, num volume de negócios de 569,8 milhões de dólares, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. As lojas na América do Norte geraram um volume de negócios de 251,8 milhões de dólares, um aumento de 1,8% em comparação com o ano passado, mas as vendas comparáveis caíram 5,5% em dólares americanos e 5,1% em moeda local. O volume de negócios das vendas por grosso na divisão da América do Norte desceram 3,8%, para 43,9 milhões de dólares. Já o volume de negócios na Europa caiu 9,7%, para 189,8 milhões de dólares, com uma quebra de 4,6% em moeda local. «Embora tenhamos enfrentado dificuldades económicas no sul da Europa, as nossas marcas continuam fortes aí e o nosso negócio está estável», considera o CEO, Paul Marciano. A Guess estima que o lucro por ação fique entre os 0,48 e os 0,52 dólares no segundo trimestre, com um volume de negócios de 625 a 635 milhões de dólares, enquanto os analistas antecipam um lucro de 0,62 dólares por ação, com um volume de negócios de 667,4 milhões de dólares. A Guess mantém as suas previsões de lucro anual por ação entre os 2,50 e os 2,65 dólares.