Início Notícias Marcas

Sober & Naked mergulha na onda verde

João Silva e Jana Garous uniram esforços para que a Sober & Naked – marca portuguesa de swimwear amiga do ambiente – conseguisse um lugar ao sol entre as marcas de moda sustentáveis já este verão. Primeiro, começaram por conquistar as malas de viagem de consumidoras ecoconscientes em Portugal e, depois, partiram à descoberta do Norte da Europa, EUA e Austrália.

«A ideia de criar uma marca sustentável nasceu durante uma viagem de dois meses ao Sudeste Asiático, onde vivemos experiências maravilhosas, mas onde também ficámos chocados com a poluição que encontrámos nas praias e oceanos enquanto nadávamos e surfávamos – em certas zonas, estávamos literalmente rodeados de lixo», conta o cofundador João Silva, ao Portugal Têxtil, sobre os primeiros banhos da Sober & Naked.

A marca de swimwear foi apresentada ao mercado nacional em 2017, com a dupla já sediada em Lisboa. As peças são desenvolvidas num atelier na capital do país, a partir da reciclagem de resíduos encontrados no oceano, incluindo redes de pesca ou garrafas de plástico.

«Privilegiamos a utilização de tecidos reciclados de alta qualidade compostos por uma mistura de Econyl, fibra obtida a partir de redes de pesca recicladas e outro lixo oceânico, poliéster reciclado e elastano, para maior conforto e elasticidade», explica João Silva.

Para já, a Sober & Naked tem disponível para venda a primeira coleção, “Raw Tropics”, que apenas inclui biquínis, com vista a diversificar a oferta.

«No futuro, planeamos expandir a gama de produtos, dentro da moda praia, mas sempre com a vertente amiga do ambiente em primeiro plano», revela. Os preços variam entre os 34,95 e os 77,90 euros.

As vendas da Sober & Naked acontecem online, no portal de comércio eletrónico da marca, mas o objetivo é colocar as peças em pontos de venda estratégicos – isto é, lojas de surf e concept stores em Portugal –, considerando um público-alvo jovem e desportista.

«Agora, o nosso foco é fazer com que a marca seja conhecida no mundo», confessa João Silva ao Portugal Têxtil. «O nosso grande objetivo é mostrar que é possível criar biquínis e fatos de banhos únicos, confortáveis e atraentes sem comprometer o ambiente, qualidade e estilo», resume.