Início Notícias Retalho

Sonae Sierra promove vendas online

Para compensar a perda de receitas com o encerramento das lojas físicas nos seus centros comerciais, a Sonae Sierra criou uma plataforma online onde, em parceria com o marketplace Dott, os lojistas poderão, sem encargos, publicitar e vendas os seus artigos junto dos consumidores finais.

Desde sexta-feira, os lojistas dos centros comerciais geridos pela Sonae Sierra têm acesso a uma plataforma de adesão gratuita para fazerem vendas online.

«Queremos apoiar todos os nossos lojistas, permitindo-lhes ter uma nova ferramenta de venda disponível e, por outro lado, assegurar aos portugueses o acesso aos bens que encontravam nos nossos centros comerciais e dos quais estão privados face ao contexto atual», justifica Cristina Santos, administradora responsável pela gestão de centros comerciais da Sonae Sierra, que é atualmente proprietária de mais de 27 centros comerciais e outros ativos imobiliários com um valor de mercado de cerca de 8,3 mil milhões de euros e tem mais de 6.250 contratos com lojistas.

Sinergias com a Dott

A solução agora disponibilizada foi desenvolvida com o apoio do Dott, um marketplace generalista criado pela Sonae e pelos CTT. Inicialmente com 500 vendedores em seis categorias, o Dott conta atualmente com 17 categorias de produtos, incluindo desde produtos de supermercado e bebidas a artigos de moda, num total de mais de 2 milhões de produtos. Empresas como a Traços Singelos, de têxteis-lar, a marcas de criança como a Mary Tale e a Wedoble têm já presença neste marketplace.

O Dott será responsável pela gestão e entrega das encomendas ao domicílio, garantindo as normas estipuladas pela Direção-Geral de Saúde (DGS), devendo ainda prestar apoio aos lojistas na implementação do catálogo online e nos procedimentos de pagamento e faturação. Até 31 de maio, as vendas também não estarão sujeitas a qualquer comissão.

«Como marketplace, orgulhamo-nos de apoiar os lojistas dos shoppings Sonae Sierra e a economia portuguesa neste momento tão delicado», afirma Gaspar d`Orey, CEO do Dott.

A plataforma está disponível para os centros comerciais AlbufeiraShopping, ArrábidaShopping, CascaiShopping, Centro Colombo, CC Continente Portimão, Centro Vasco da Gama, Coimbra Retail Park, GaiaShopping, GuimarãeShopping, LeiriaShopping, MadeiraShopping, MaiaShopping, NorteShopping, Nova Arcada, Parque Atlântico e ViaCatarina Shopping.

Online a crescer

Para o consumidor, o acesso às lojas online poderá ser feito através do website de cada um dos centros, onde haverá uma sessão Dott. No Norteshopping, por exemplo, já é possível encontrar os artigos de lojas como Giovanni Galli, Decenio e Lanidor. A plataforma dá ainda a indicação de marcas com sites de venda online próprios.

As vendas online têm vindo a crescer, inclusivamente em Portugal. De acordo com o Observador Cetelem 2019, 38% dos portugueses fazem compras online, o que mostra um crescimento de 19% em comparação com 2018.

Contudo, o comércio eletrónico tem igualmente vindo a ser afetado pela COVID-19. A ACEPI – Associação da Economia Digital cita um estudo da Ecomerce Europe, que reúne as associações de comércio eletrónico e parceiros empresariais da Europa, que refere que 65% dos inquiridos acredita que vai haver uma queda de vendas e que a redução nas compras está já a ser sentida em áreas como a moda e viagens, enquanto os produtos alimentares, de saúde, equipamentos relacionados com teletrabalho e eletrodomésticos de armazenamento, como frigoríficos, evidenciaram uma subida das vendas.