Início Notícias Vestuário

Sonicarla dá mais um passo na certificação

A especialista em seamless está investida em fazer de 2018 o seu ano, preparando-o ao longo de 2017 com o investimento de um milhão de euros em novos teares, a colaboração com o Departamento de Engenharia Têxtil da Universidade do Minho e, esta semana, com a certificação STeP by Oekotex.

A Sonicarla, que garante postos de trabalhos a aproximadamente 150 colaboradores, recebeu esta semana a visita de representantes da ATP e do Citeve, que entregaram à empresa o relatório e certificados STeP by OEKO-TEX.

O objetivo da certificação STeP é, como sublinhou a empresa em comunicado, «a implementação permanente de processos de produção respeitadores do ambiente, condições de trabalho seguras, saudáveis e socialmente aceitáveis».

Além disso, o desenvolvimento dinâmico da norma STeP e os seus benchmarks vão permitir que a especialista em seamless melhore continuamente os seus resultados em termos de proteção ambiental e a responsabilidade social, assim como a sua eficiência.

«Isto, por sua vez, permitirá à Sonicarla alcançar a melhor posição possível no mercado, em termos competitivos», destaca a empresa.

A produtora de vestuário em malha já estava certificada pelas normas de Qualidade ISO 9001:2008 e Ambiente ISO 14001:2012.

Colaboração com o DET

A estratégia de sustentabilidade e inovação da Sonicarla está, também, assente numa maior ligação com universidades e centros de I&D.

A Sonicarla foi das primeiras empresas em Portugal a produzir vestuário seamless e, como destacou Fernando Ferreira, diretor do Centro de Ciência e Tecnologia Têxtil (2C2T) da Universidade do Minho (UM), na edição de novembro do Jornal Têxtil (ver Os têxteis do futuro), um desses teares pioneiros foi recentemente doado ao Departamento de Engenharia Têxtil (DET) para apoiar o ensino e investigação na área.

«A Sonicarla vai ainda facilitar a participação de futuros jovens licenciados em atividades em ambiente industrial», acrescentou Fernando Ferreira.

Inovação de mãos dadas com a moda

Dispondo de uma área total de 3.550 metros quadrados, a unidade industrial foi alvo de grandes investimentos durante o corrente ano, que ascenderam a cerca de 1 milhão de euros.

As marcas que mais se têm destacado nos segmentos de sportswear, underwear, shapewear e athleisure são os atuais clientes da Sonicarla, empresa com valências de tricotagem, termofixação, tinturaria, confeção, embalamento e, ainda, laboratórios de apoio às mencionadas áreas.

Na Sonicarla, a inovação anda de mãos dadas com a moda, com a empresa a incluir no seu mix de artigos, por exemplo, propostas em seamless reversível, com peças que podem ser usadas dos dois lados, deixando para trás a ideia tradicional de “avesso”.

No campo do athleisure, que muito tem merecido a atenção dos mercados internacionais – e, por isso, da Sonicarla –, a empresa apresentou o Athleisure Ecologic, desenvolvido com estruturas técnicas pensadas para o inverno, em combinação com as propriedades antibacterianas, biodegradáveis, respiráveis, termorreguladoras e a leveza da fibra de bambu (ver Sonicarla joga na antecipação).

Já no final de novembro, uma delegação de empresários e entidades do Estado de Pernambuco esteve em Portugal para conhecer a realidade da ITV nacional e as instalações da Sonicarla foram incluídas no périplo das visitas, reforçando o bom exemplo dado pela unidade industrial (ver Brasil à descoberta da ITV lusa).