Início Arquivo

SóSaias e ArtLusa internacionais

O evento Moda Marginal permitiu ao Jornal Têxtil (JT) conhecer alguns projectos embrionários de designers portugueses, que vão desmentindo algum preconceito sobre a falta de espírito empresarial nacional, embora ainda que inicialmente com uma repercussão de pequena dimensão. Marta Mourão, formada em Design de Moda pelo Citex, trabalha desde o ano passado em dois projectos de design de vestuário – o SóSaias e o ArtLusa -, com a particularidade de se responsabilizar pela fase da criação e do retalho, incluindo, num deles, a apresentação de um catálogo na Internet.

Em finais de 2004 Marta criou a marca SóSaias, com um portfólio de peças exclusivas, com os tecidos comprados ou em Portugal ou em África, designadamente em Angola, Ilhas Maurícias e África do Sul. «As peças nunca se repetem», a componente constante é a aposta no binómio de qualidade e design original, e «tento juntar os materiais nacionais e internacionais, mesmo quando o tecido é comprado em Portugal, tento conjugar as duas influências», adianta Marta Mourão ao JT. Os resultados podem ir desde típicos tecidos angolanos onde a designer faz aplicações a uma saia rodada com tiras de crochet, com outra que se sobrepõe recortada em feltro com galos portugueses, como a que consta da foto. Para além da exibição da colecção no cinema Batalha aquando da realização do Moda Marginal em Fevereiro, e a apresentação da colecção em futuros eventos de moda similares, a SóSaias pode ser encontrada à venda em três lojas na cidade do Porto.

Angola também é o motivo de colaboração de Marta Mourão com a insígnia Artlusa, na estratégia de internacionalização de um projecto de merchandising cultural e de turismo, com a «missão de recriar símbolos tradicionais de um país, região ou cidade, segundo uma abordagem moderna e inovadora». Nesta insígnia Marta Mourão trabalha como designer, acompanhada por Ana roque, responsável pelo projecto, sendo do seu pelouro «a criação dos estampados e a distribuição em Angola e em Portugal», acrescenta a criadora do Citex. «A colecção Cidade de Luanda/Angola 2005 é representada por 5 modelos diferentes, cada uma visando vários símbolos/aspectos da cidade de Luanda, promovendo assim a cultura africana.

O projecto é muito recente mas, dada a aderência, é para continuar por tempo indefinido com novas colecções e novas linhas, estando já programada a nova colecção para crianças e senhora», anuncia Marta Mourão ao JT. A colecção pode ser encontrada em cinco pontos de venda em Angola, estando previsto aumentar este número, onde se encontra «um tipo de mercado muito receptivo, provavelmente devido ao aumento da procura que começa a haver no país dado o seu recente crescimento económico», complementa. A colecção está disponível na Internet e em Portugal é vendida directamente pela designer.