Início Notícias Retalho

Stadium Goods lança marca de streetwear

O marketplace detido pela Farfetch criou uma marca própria de vestuário, a Stadium, para reforçar a posição neste segmento de produto. A primeira linha é composta por 11 peças cujos preços oscilam entre 85 e 400 dólares e encontra-se já disponível online, nas lojas de Nova Iorque e Chicago e em parceiros de retalho selecionados.

[©Stadium Goods]

«Na Stadium Goods, temos raízes profundas em tênis, streetwear, arte e música, vivemos e respiramos a cultura dos ténis», afirma Greig Bennett, vice-presidente de criação de marca e designer-chefe. «A Stadium Goods tem sido um marco no diálogo do streetwear à medida que esta cultura de nicho se expandiu para um fenómeno da moda mundial. Perante tudo isso, com a Stadium, queríamos criar uma nova linha de streetwear num estilo moderno, mas clássico, o nosso estilo, e oferecer algo diferente à comunidade», explica ao Sourcing Journal.

Desde a sua fundação em 2015, a Stadium Goods vende as próprias peças de roupa. No entanto, em 2019, o marketplace apostou em Greig Bennett, antigo designer da marca de streetwear Orchard Street, para consolidar esta oferta.

Bennett, que já desenvolveu criações para Miles Davis, A$AP Rocky e Billie Eilish conta que a Stadium Goods começou a fazer experiências fora do contexto das suas lojas em outubro de 2019, com uma série de instalações sob medida com a retalhista de Los Angeles Fred Segal. Foi aqui, revela, que a empresa lançou uma mão-cheia de peças Stadium.

«Foi um espaço para experimentar fora do contexto das nossas próprias lojas Stadium Goods e queríamos ver como seria a recetividade», adianta Bennett. «A pop-up Fred Segal foi muito bem-sucedida e, com base no bom desempenho, começamos a pensar na construção de uma nova linha e um novo ponto de vista através das lentes da Stadium Goods», acrescenta.

O vice-presidente de criação de marca descreve a Stadium como a próxima evolução do projeto de vestuário da Stadium Goods, «da mesma forma que a Stadium Goods representa a próxima evolução do mercado de segunda-mão para os ténis». Além de utilizar mais métodos de confeção e tecidos premium, aponta Bennett, a nova marca estará focada em silhuetas experimentais que não seriam típicas da linha da Stadium Goods.

«Enquanto o vestuário da Stadium Goods é muito conetado à loja e construído a partir de cores e histórias gráficas de ténis, a Stadium é uma versão diferente de streetwear que bebe ainda das mesmas inspirações e tradições, mas está menos ligada aos lançamentos de ténis mais populares da atualidade», resume.

Para o futuro, a Stadium Goods tem vários planos para a nova marca Stadium, com novidades a cada dois meses e colaborações com artistas e outras marcas.