Início Arquivo

Sucesso a Oriente

Os produtores de têxteis-lar jÁ fazem fila para entrar na próxima edição da Intertextile Shanghai Home Textiles. De 26 a 28 de Agosto, mais de 800 expositores marcarão presença no Novo Centro Internacional de Exposições de Xangai, entre os quais empresas portugueses apoiadas pela Associação Selectiva Moda, jÁ habituados aos “negócios da China” proporcionados por este evento. Os mais de 100.000 m² de espaço de exposição atraem cada vez mais empresas de todo o mundo, para quem esta é jÁ uma plataforma de negócio consolidada no mercado mais apetecível do momento. Segundo a organização, hÁ todavia vÁrias novas empresas que aderiram à edição deste ano, depois de terem ouvido falar do sucesso das edições anteriores. é o caso da espanhola Girones, que se juntarÁ às compatriotas Aznar Textil, Jover Internacional e Rafael Catala. Javier Girones, responsÁvel da empresa, revelou que fomos atraídos pela reputação da feira, pelo facto de ser reconhecida no estrangeiro». Nesta edição, que serÁ a maior de sempre, a oferta estarÁ estruturada em três zonas distintas: a Bedding and Towelling Zone, a Curtain Zone e a Upholstery Zone. Na primeira, os visitantes poderão encontrar roupa de banho e atoalhados, onde constarão nomes reconhecidos como Lenzing, The Woolmarks, Blue Ridge Home Fashions ou Cotton Council International. Na Curtain Zone, o destaque vai para os cortinados, protecções e revestimentos para janelas. Por último, a Upholstery Zone serÁ inteiramente dedicada aos artigos de estofar e acolchoar. Na edição de 2007 os portugueses estiveram em grande destaque. Lasa, Sampedro, Irmãos M. Marques, Lameirinho, Locama, Lumatex (que apresentou também produtos da marca Valentini Bianco da empresa Pereira&Freitas), Ricardo Milton, Têxteis Domingos Almeida e Têxteis Penedo embarcaram na aventura chinesa e voltaram com bons resultados. Miguel Marques, director-geral da Irmãos M. Marques revelou na altura que a feira superou as nossas expectativas face ao leque de contactos registados», à semelhança do que aconteceu com Sílvia Sousa, directora comercial da Têxteis Penedo, que manteve importantes contactos não só locais mas também americanos e europeus». Também muitos dos designers que marcaram presença na última edição jÁ reservaram o seu espaço no Designer’s Studio, uma zona especial dedicada à criatividade na Área do design. Kevin Lewis, da Tom Lewis Design, do Reino Unido, revelou-se muito impressionado com a feira no ano passado, onde conhecemos muitos clientes potenciais – chineses e estrangeiros», e a empresa jÁ confirmou a sua presença nesta edição. A Intertextile Shanghai Home Textiles é, com efeito, a porta de entrada por excelência para um mercado que tem vindo a crescer de ano para ano. A nova geração chinesa tem mais espaço e mais rendimento disponível para gastar com a casa e, por isso, a procura por marcas importadas de elevada qualidade tem vindo a aumentar. Em 2007, as importações de têxteis-lar para a China aumentaram 25%, representando mais de 50 milhões de euros. A linha de cama, por exemplo, representou 40% do total de importações em 2007, situando-se nos 20,5 milhões de euros, e os atoalhados registaram um aumento superior a 30%. Para além do mercado chinês, esta feira tornou-se jÁ num ponto de encontro para compradores de todo o mundo. Na última edição, 31.612 compradores, provenientes de 105 países e regiões convergiram para Xangai para observar e comprar os melhores produtos de têxteis-lar. A história promete repetir-se…