Início Arquivo

Supremo Tribunal Administrativo anula Privatização do Banco de Fomento Exterior

O Supremo Tribunal Administrativo anulou a privatização do Banco de Fomento Exterior (BFE). A revelação foi feita ontem por Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à TVI, noticia o Público. Na opinião do ex- líder do PSD, esta decisão não deverá ter consequências práticas para o grupo BPI, que adquiriu o BFE fazendo uma integração plena do banco, que desapareceu enquanto marca. Contactado pelo Público, o presidente do BPI, Artur Santos Silva, disse desconhecer a decisão do Supremo Tribunal e escusou-se a comentá-la. A queixa foi remetida para o Tribunal Administrativo pelo Banco Financia que em 1996, juntamente com o grupo de Américo Amorim, perdeu o negócio da compra do BFE para o BPI. Na altura o então ministro das Finanças, Sousa Franco, tomou conhecimento do caso, através das queixas dos dois excluídos tendo garantido que o processo de privatização era irreversível. Cinco anos mais tarde, o Tribunal Administrativo vem anular esta privatização. No entanto, as declarações de Marcelo Revelo de Sousa não deixam perceber se a decisão de anulação se prende com “ilegalidades formais”, ou com “a legitimidade da decisão” de entregar o BFE ao grupo BPI.