Início Notícias Têxtil

Sustentabilidade lidera propostas da Troficolor

A atenção ao ambiente trespassa a coleção para o outono-inverno 2021/2022 da especialista em denim. Matérias-primas orgânicas, artigos sem tingimento e alternativas upcycled são alguns dos protagonistas que estão a ser exibidos até hoje na Fabric Days, em Munique.

[©Troficolor]

A nova coleção, revela a empresa, «conjuga as tendências da moda internacional com a consciência ecológica que já faz parte do ADN da Troficolor».

Denims e sarjas produzidos com algodão orgânico, artigos sem tingimento, que aliam «a moda intemporal ao conceito da sustentabilidade e a uma redução significativa de consumos energéticos, água e emissões de CO2» e a gama de upcycling constituem alternativas mais amigas do ambiente para a moda da estação fria do próximo ano. «Usámos tecidos de coleções anteriores ou resultantes de excedentes de produção que podem ter uma nova vida ao serem utilizados na nova coleção FW21/22», explica em relação às propostas upcycled. «Não é necessário recorrer a processos produtivos, logo 0% água, 0% energia, 0% emissões CO2», sublinha.

[©Troficolor]
A empresa propõe ainda flanelas, bombazines e Velvdenim, uma variante de denim com acabamentos ideais para enfrentar as temperaturas mais frias do inverno.

Online e offline

A coleção pode ser vista no website da Troficolor, graças a uma ferramenta lançada recentemente, que exige um registo prévio, para manter o contacto com os clientes e permitir a divulgação da coleção.

As propostas estão igualmente a ser apresentadas na Fabric Days, que decorre até ao final do dia de hoje, onde a Troficolor está representada através do seu agente Christian Gutmann.

Em Portugal, além do showroom da empresa, a coleção para o outono-inverno 2021/2022 poderá ser conhecida na próxima edição do Modtissimo, agendada para 23 e 24 de setembro.

Tendo-se mantido sempre a trabalhar durante o confinamento, a Troficolor desenvolveu, além da coleção de moda, uma linha para a área da saúde, que inclui materiais certificados para a produção de máscaras, desenvolvidos pela própria empresa em parceria com especialistas em acabamentos, e tecidos para batas hospitalares, que apenas comercializa.

[©Troficolor]
A Troficolor criou ainda máscaras comunitárias reutilizáveis sob a marca [email protected], atualmente certificadas para 25 lavagens.

Com a retoma na área da moda a sentir-se desde junho, como indicou ao Portugal Têxtil o CEO da empresa, as expectativas são de um ano de 2020 mais positivo do que o esperado no início da pandemia. «Contamos que haja o retomar da área de moda para que possamos recuperar um pouco a perda destes dois, três meses», afirmou, na altura, Carlos Serra.