Início Arquivo

Tamanhos especiais em crescimento

As roupas confeccionadas especialmente para tamanhos pequenos, tamanhos grandes e clientes altos são um dos segmentos mais dinâmicos do mercado de vestuário, segundo refere um novo relatório desenvolvido pelo just-style (“Global market review of outsize clothing – forecasts to 2014”). Como tal, oferece ganhos potenciais significativos para os fabricantes e comerciantes que consigam adaptar os seus produtos a este nicho de tamanho fora do vulgar. O Departamento do Comércio dos Estados Unidos da América calcula que as vendas de vestuário com tamanho fora do vulgar cresceram de um valor inferior a 5% do total da quota de mercado em 1980 para quase 20% em 2008. E de acordo com o relatório do just-style, o mercado de tamanhos grandes nos EUA deverá chegar aos 73,3 mil milhões de dólares até 2014, representando 28,8% do total das vendas de vestuário. Este crescimento está a ser alimentado por diversos factores: as pessoas estão cada vez mais nómadas à escala global, criando uma demografia mais diversificada, para a qual os retalhistas têm de personalizar as suas ofertas; as mudanças nos hábitos alimentares e laborais afectam significativamente a proporção de tamanhos pequenos, grandes e altos nos indivíduos da população de um país; e a globalização implica também que as empresas tenham de comercializar os seus produtos num mercado cada vez mais global – e de formatos diferentes – para conseguirem ganhar quota de mercado. O crescimento no sector do tamanho fora do vulgar também está a ser impulsionado por retalhistas e fabricantes, que trabalham em conjunto para aumentar o valor percebido e a satisfação do cliente. Ao combinar os dados dos scanners corporais com o feedback dos clientes e das vendas e com sistemas de fabrico de vanguarda, são capazes de criar roupas que vestem e melhoram o aspecto dos clientes. Além disso, estas técnicas têm trazido de volta a era do vestuário personalizado com a customização em massa. Os três principais mercados para o vestuário de tamanho fora do vulgar são bastante diversificados, e são todos rigorosamente analisados no relatório em termos dos seus lucros potenciais. A diminuição da percentagem de mulheres no segmento de tamanho baixo anulou a procura crescente registada neste segmento nos mercados mundiais entre 2006 e 2008, uma tendência que se prevê que venha a continuar. Mas as receitas são susceptíveis de aumentar no futuro, em sintonia com a subida nos preços unitários. Em contraste, o mercado de vestuário de tamanhos grandes está a crescer de forma sustentada, influenciado pelo crescimento dos índices de consumo calórico diário e no menor dispêndio de calorias em quase todo o mundo. São esperados novos ganhos ao longo de todo o mundo até 2014. Os clientes de tamanhos grandes tendem a comprar menos roupa, tornando-o num mercado de vestuário subdesenvolvido. Os clientes altos representam um segmento pequeno mas em rápido crescimento no mercado de vestuário, passando de cerca de 5% em 2005 para cerca de 7% em todo o mundo em 2008 – um aumento de 40% em três anos. Este é o segmento mais sub-representado dos tamanhos especiais, e existem oportunidades para lucrar com esta lacuna no mercado mundial. Na Europa Ocidental, o vestuário de tamanho fora do vulgar está a fomentar o crescimento do mercado total de vestuário. Mais de 40% das mulheres nesta região são obesas, com uma tendência ascendente também observada na Europa de Leste. Por conseguinte, o potencial de crescimento do mercado para 2014 é considerado elevado.