Início Notícias Têxtil

Techtextil anuncia recorde

A duas semanas de abrir as portas, a feira de têxteis técnicos e não-tecidos da Messe Frankfurt já garantiu um recorde, com um aumento do espaço reservado. Entre os mais de 1.350 expositores esperados, 19 empresas partem de Portugal com a bagagem repleta de inovações para surpreender o mundo.

De 4 a 7 de maio, a Techtextil volta a reunir a nata da indústria de têxteis técnicos e não-tecidos em Frankfurt, numa edição que se apresenta como «o principal centro mundial para inovação em têxteis», nas palavras de Michael Jänecke, diretor de gestão de marca de têxteis técnicos & processamento de têxteis da Messe Frankfurt.

A Techtextil antecipa a presença de mais de 1.350 expositores, 68% dos quais internacionais, provenientes de mais de 50 países, e um número de visitantes superior aos 27.500 da edição passada, em 2013. Em destaque, refere a organização, a cargo da Messe Frankfurt, está o aumento de expositores nas áreas dedicadas ao vestuário e desporto (Clothtech e Sporttech), assim como nos segmentos “investigação, desenvolvimento, planeamento e consultoria”, “tecnologia, processos e acessórios” e “têxteis para vestuário funcional”. «O crescimento na área de têxteis para vestuário funcional é particularmente de sublinhar. Cada vez mais consumidores em todo o mundo estão a revelar interesse em casacos multifuncionais, por exemplo, que permitem comunicar, arrefecer, iluminar, medir, proteger e aquecer ao mesmo tempo», refere Michael Jänecke.

TechtexilAs 19 empresas portuguesas nesta edição, integradas numa iniciativa da Associação Selectiva Moda organizada com o apoio do Citeve, apresentam têxteis técnicos que «aliam à performance o forte sentido estético e a funcionalidade, por forma a responder às mais exigentes aplicações e mercados», revela o subdiretor-geral do Citeve, Hélder Rosendo.

É o caso, por exemplo, das malhas da A. Sampaio & Filhos, que na Techtextil irá destacar a gama Protection+, dedicada aos mercados de proteção individual e vestuário de trabalho, assim como propostas para a área do desporto.

A Cordex, por seu lado, reforça a aposta nos fios de polipropileno multifilamento para aplicações em soluções de têxteis técnicos de segurança e reforço de cimento. «Para além da permanente busca por novos mercados e novos clientes, procuramos fortalecer e consolidar laços de parceria com os nossos atuais clientes, avaliar o mercado e a concorrência, estar atentos ao crescimento do sector nestes pontos do globo e avaliar as novas tecnologias e máquinas aqui apresentadas como novidade», afirma o responsável de marketing da empresa, Rui Vieira, em relação aos objetivos desta presença.

Já na Idepa, serão as fitas e elásticos sublimados, os elásticos com silicone, os elásticos ortopédicos, os produtos automotive, e precintas de alta performance que estarão em destaque. O objetivo da empresa, cuja estratégia passa por desenvolver mercados de produtos técnicos, para a Techtextil é «receber visitas de potenciais clientes com projetos interessantes dentro do âmbito das nossas técnicas de produção», resume Ana Paula Pires, diretora de marketing da Idepa.

A participação portuguesa fica ainda marcada pela estreia da Têxteis Penedo, que irá apresentar tecidos com luz e soluções Deco para mobiliário, pela presença da Penteadora com o seu tecido com kermel, com propriedades como retardamento de chama, e pelas soluções de funcionalização de materiais da Smart Inovation.

Em paralelo com a Techtextil realiza-se ainda o Techtextil Symposium, com a intervenção, ao longo dos quatro dias, de especialistas reputados (onde estão envolvidos os portugueses Braz Costa, diretor-geral do Citeve, e Nelson Cardoso e Carla Silva, do Centi) em áreas como vestuário funcional, novos materiais e aplicações, novas tecnologias, tratamento de superfícies e compósitos têxteis.