Início Notícias Tecnologia

Tecnologia e personalização balizam retalho

No cenário atual do retalho, a tecnologia e a personalização são as principais exigências dos consumidores e os retalhistas que apostarem nestes dois vetores terão maiores probabilidades de sucesso no futuro do sector, de acordo com uma pesquisa do Council of Shopping Centers.

Os resultados do “ICSC Retail Technology Survey”, consultados pelo portal de tendências WGSN, mostram que os consumidores, independentemente da faixa etária, estão à procura de uma maior integração da tecnologia na sua experiência de compras. A pesquisa com 1.000 adultos revela que, até 2020, o consumidor espera:

  1. Ter acesso aos produtos/tamanhos disponíveis em loja sem precisar de um vendedor (62%);
  2. Ver, com a ajuda da Realidade Virtual, como o mobiliário se enquadra na sua casa antes de efetuar a (55%);
  3. Compilar uma lista de compras numa app e receber um mapa para localizar os produtos em loja (54%).

O ICSC afirma que a integração da tecnologia em todas as facetas da vida dos consumidores «moldou a forma como os consumidores pensam sobre a sua próxima compra». A possibilidade de comprar online e recolher em loja é, para o ICSC o melhor exemplo disso, sendo que 73% dos inquiridos já compraram um produto online (a partir de um dispositivo móvel) e optaram por levantá-lo em loja.

As vias pelas quais os consumidores utilizam as tecnologias incluem 87% dos millennials e 79% da geração X a usar dispositivos móveis para realizar compras online, escolhendo a recolha em loja física, enquanto 71% dos consumidores têm uma ou mais aplicações de retalhistas nos seus smartphones e 74% acedem a essas aplicações pelo menos uma vez por semana.

Na verdade, 86% dos millennials inquiridos acederam a uma app semanalmente, face a 61% e 74% dos baby boomers e membros da geração X, respetivamente.

Curiosamente, 37% dos consumidores já usaram um assistente digital como a Siri para construir listas de compras ou efetuar pedidos para depois recolherem os itens nas lojas e 35% dos consumidores usaram uma opção de pagamento móvel.

O ICSC refere ainda que a personalização continua a ser uma aposta-chave para os consumidores e que estes favorecem os retalhistas que providenciem resultados personalizados. O leque de experiências personalizadas que os consumidores procuram inclui:

  1. 80% daqueles que têm apps de centros comerciais escolheram receber notificações sobre vendas/promoções e/ou eventos especiais durante a jornada de compras;
  2. 44% dos entrevistados querem receber acesso a aplicações ou ecrãs que facilitem a obtenção de informações, como por exemplo necessidades dietéticas, etc.
  3. 39% visitariam um centro comercial com mais frequência se recebessem alertas das lojas que vendem produtos que estão interessados em comprar;
  4. 43% dos consumidores mostram-se recetivos à ideia de que os retalhistas personalizem os preços com base nos seus padrões de compras e dados demográficos.

«Os consumidores são os impulsionadores da procura e deixaram claro que querem mais tecnologia integrada na sua experiência de compras», resume Tom McGee, CEO do ICSC. «O nosso estudo mostrou que os consumidores estão a pedir acesso a mais informações nas lojas. Os retalhistas que inovarem nessa área, tornando a experiência mais eficiente e informando melhor o consumidor, vão lucrar mais», conclui.