Início Arquivo

Terrorismo afecta o luxo

Com uma primeira metade do ano com forte crescimento, e ao contrário dos restantes sectores, os grupos de luxo estão agora dar sinais de abrandamento. Os atentados terroristas aos Estados Unidos da América do passado dia 11 de Setembro, foram os principais responsáveis pela desaceleração do sector. A empresa italiana Gucci, anunciou já uma baixa nas previsões de resultados para 2001. Os atentados nos EUA levaram à queda do turismo e à diminuição da procura de artigos de luxo. Através de um comunicado, a Gucci diz mesmo que os recentes acontecimento poderão «ter um impacto negativo na indústria de luxo e no crescimento dos resultados e volume de negócios do grupo para este ano». A empresa italiana, e caso a situação piore, espera um volume de negócios de 2,3 mil milhões (497 milhões de contos) a 2,4 mil milhões de dólares (519 milhões de contos). Na Bolsa de Amsterdão, as acções da Gucci chegaram a cair mais de 5%.