Início Notícias Tecnologia

Texprocess garante bons contactos

De volta a Frankfurt depois de ter sido adiada por causa da pandemia, a feira dedicada ao processamento de têxteis e materiais flexíveis encerrou portas com um saldo positivo, com os cerca de 22 mil visitantes a proporcionarem bons contactos às quase duas centenas de expositores, incluindo portugueses.

[©Messe Frankfurt Exhibition GmbH/Pietro Sutera]

Um total de 182 expositores de 29 países estiveram presentes na Texprocess, que nos quatro dias que esteve aberta – juntamente com a feira de têxteis técnicos e não-tecidos Techtextil e a feira de têxteis-lar Heimtextil – recebeu 22 mil visitantes.

Um resultado que agradou à organização e aos expositores, incluindo às quatro empresas portuguesas que marcaram presença.

Filipe Ferreira

Na descrição da sua primeira presença nesta feira, a ROQ escreveu nas suas redes sociais que «o segundo dia na Texprocess foi extraordinário, com o número de profissionais da estamparia que visitaram o nosso stand a exceder as expectativas».

Também a Costura Ponto, ex-Bolsibotão, ficou satisfeita com mais esta participação, a quarta na história da empresa, com Filipe Ferreira, sócio-gerente, a salientar a «boa adesão», sobretudo de visitantes da Europa. «A maioria dos contactos são europeus, mas também tivemos do continente americano e da Ásia», refere.

Na Invescorte, embora com alguma cautela, porque «estas coisas só no fim do jogo é que se sabe», Herculano Felizardo considera «positiva a nossa vinda aqui», naquela que foi uma estreia para a empresa que lidera.

Herculano Felizardo

«Acho que abrimos muitas portas. Viemos com um stand extremamente pequeno, não viemos armados em campeões, somos uma empresa pequena. Para a empresa pequena que somos, até estamos um bocado surpreendidos com o feedback que temos tido», assume o presidente da Invescorte.

Clientes internacionais convencem

Nomes fortes do mercado de maquinaria, como a JUKI, também se mostraram agradados com os resultados. «Ficamos muito satisfeitos com o grande número de visitantes. É bom encontrarmo-nos fisicamente outra vez. A Texprocess é também uma plataforma importante para juntar os nossos distribuidores num único local», explica Paul van Bentum, vice-presidente e diretor-geral da empresa polaca.

«Na Texprocess 2022 experienciamos um elevado nível de interesse de aquisição dos compradores. Os visitantes presentes estavam interessados em fazer negócio. Estivemos com muitos clientes internacionais, como da África do Sul e da Austrália», refere Achim Bukmakowski, diretor de vendas de estamparia industrial e comercial CEE e DACH da Epson.

[©Messe Frankfurt Exhibition GmbH/Pietro Sutera]
Henry Diekmann, diretor de marketing da Dürkopp Adler, confirma que «para nós, a Texprocess foi um grande sucesso. Estamos muito satisfeitos com a qualidade e os resultados das conversas com os visitantes. Foi também um enorme prazer encontrar pessoalmente tantos parceiros e clientes outra vez, depois de um grande período de grandes restrições nas viagens. A comunicação digital é obrigatória atualmente e certamente torna as coisas mais fáceis, mas não pode substituir completamente a comunicação e a transferência de conhecimento cara-a-cara».

[©Messe Frankfurt Exhibition GmbH/Pietro Sutera]
Balanços que fazem com que a organização, a cargo da Messe Frankfurt em parceria com a associação de tecnologias para cuidados têxteis, tecidos e couro VDMA, dê igualmente nota positiva a esta edição da Texprocess. «Graças, em particular, aos muitos visitantes internacionais de elevado calibre, o ambiente foi sempre positivo – apesar das atuais incertezas e a consequente cautela nas expectativas dos expositores da Texprocess antes da feira», sublinha Elgar Straub, diretor-geral da VDMA. «Ainda assim, as trocas pessoais no certame tornaram mais uma vez evidente que, precisamente porque o mundo têxtil está atualmente a enfrentar rápidas mudanças, há uma imensa necessidade de investir em tecnologia. Automação, sustentabilidade e flexibilidade são as palavras-chave mais importantes», conclui.