Início Arquivo

Têxtil espanhol com aumento das exportações em 2003

No mais recente relatório de comércio externo do centro de estudos catalão CITYC- Centro de Información Textil y de la Confección, as exportações destes sectores cresceram no ano transacto 4,9% relativamente a 2002, significando o dobro do aumento verificado nesse ano relativamente a 2001. «A debilidade do mercado europeu foi a principal razão do reduzido crescimento das nossa exportações», adianta o comunicado do CITYC; «por outro lado, as exportações para fora da UE, que estavam a manter um bom desempenho nos anos anteriores, sofreram as consequências negativas da apreciação do euro faço ao dólar», acrescenta.

As importações também cresceram – mais 8,3% do que em 2002-, mas mais concentradas nos produtos acabados – mais 16%-, enquanto se assistiu a um ligeiro decréscimo das importações de fibras e de fio e tecido. O défice comercial espanhol destes segmentos aumentou assim para cerca dos 2,9 mil milhões de euros. «A apreciação da moeda europeia levou a que as importações provenientes dos países asiáticos, que têm as suas divisas indexadas ao dólar, tenham sido particularmente favorecidas» refere o comunicado do CITYC. «Por outro lado, para além de outros factores económicos, os preços baixos das importações de certos produtos asiáticos devem-se a práticas comerciais muito agressivas com o objectivo de aumentar as suas quotas de mercado. Assim, a actuação da China, da Índia e do Paquistão foram objecto de queixas por parte da indústria europeia. Observa-se uma contínua queda das taxas de câmbio, o que vem demonstrar que o excesso de oferta nos mercados mundiais pressiona os preços para a baixa», acrescenta o centro de estudos.