Início Arquivo

Têxtil indiana sofre

As autoridades indianas anunciaram recentemente que a Indústria Têxtil e do VestuÁrio (ITV) do país estÁ em risco de perder meio milhão de postos de trabalho nos próximos 5 meses. A ITV indiana emprega actualmente 50 milhões de pessoas, sendo o segundo maior empregador depois da agricultura. O seu contributo para o PIB é de cerca de 9%, pelo que estas notícias agravam o mal-estar social existente neste sector que jÁ perdeu 700.000 postos de trabalho nos últimos 6 meses. Segundo estimativas do Ministro da Indústria Têxtil, estão em vias de extinção cerca de 500.000 postos de trabalho nos próximos 5 meses», revelou G. K. Pillai, secretÁrio do comércio, na altura em que anunciou que as exportações de Outubro deste ano tinham caído para 12,8 mil milhões de dólares, uma queda de 12,3% face a igual período do ano anterior. A ITV indiana estÁ a sofrer com os efeitos do crescimento dos custos energéticos, do aumento dos preços das matérias-primas e do abrandamento da procura por parte dos países desenvolvidos, que são o destino de 55% das exportações. O secretÁrio indiano do comércio referiu ainda que estão a ser estudadas medidas de estímulo às empresas exportadoras onde se inclui a ITV. Fontes oficiais acrescentaram que a desvalorização da rupia teve um impacto neutro a reduzido nas exportações do sector. A ITV indiana estÁ, assim, a sofrer com os efeitos da crise financeira mundial. Os exportadores deste sector, que anteriormente tinham sentido o impacto da apreciação da moeda indiana, sentem agora os efeitos nefastos da crise generalizada que se sente nos países ocidentais. A conjugação de taxas elevadas de inflação com um crescimento industrial lento tem deixado as empresas têxteis numa situação pouco confortÁvel. Segundo especialistas, a ITV indiana serÁ gravemente afectada pela situação económica mundial. As exportações têxteis indianas estavam a crescer apenas devido ao consumo excessivo de vestuÁrio por parte dos consumidores americanos e europeus, situação que não se deverÁ manter num futuro próximo. A situação de endividamento destas empresas é um factor a ter em conta para a sobrevivência de uma importante parte da ITV indiana. Muitas dessas empresas estão a concluir os seus projectos de investimento (ou fizeram-no hÁ muito pouco tempo), com a incerteza quanto ao consumo futuro, e com o provÁvel crescimento das taxas de juro às empresas, muitos mais postos de trabalho poderão ficar em risco à medida que o incumprimento de crédito se venha a registar. Em termos futuros, espera-se assim uma crise de dimensões considerÁveis na ITV indiana. Apenas as empresas com situação financeira equilibrada e com produtos de valor acrescentado conseguirão manter-se no mercado se a crise económica mundial se arrastar por dois ou três anos.