Início Notícias Tendências

Texworld dita tendências

Os tecidos que vão marcar o vestuário no outono-inverno 2016/2017 revelam-se em Paris durante a próxima semana nas propostas de 890 expositores e nas tendências projetadas pelos diretores artísticos da feira de tecidos Texworld, nesta estação agregadas no conceito “Prelude”.

Durante quatro dias – de 14 a 17 de setembro – Paris é o ponto de encontro de produtores e compradores de tecidos dos quatro cantos do mundo, com o centro de exposições Paris Le Bourget a concentrar quase 900 expositores de todo o mundo – de Itália ao Bangladesh -– na Texworld.

«Estamos muito satisfeitos e encorajados com o empenho dos expositores em trazer o melhor para a Texworld», afirma Michael Scherpe, presidente da Messe Frankfurt France. «As empresas têxteis estão convencidas da importância da criatividade e do valor acrescentado, que são tão cruciais quanto o preço», acrescenta.

Uma das áreas em destaque será o sector dedicado ao denim, que cresce nesta edição para acolher 46 expositores, numa mostra que a organização garante ser representativa e de elevada qualidade, incluindo opções selvedge, com elastano, versões stonewashed ou com características éticas e ecológicas.

Apostada em reforçar a sua posição como referência na definição de tendências a cada estação, a Texworld revela as grandes tendências para o outono-inverno 2016/2017, compiladas pelos diretores artísticos Louis Gérin e Grégory Lamaud, em conjunto com um grupo de designers. “Prelude” é o conceito do trend book da estação fria do próximo ano, que, segundo os diretores artísticos, refere-se a «algumas notas discordantes que introduzem uma sinfonia. Cada elemento reinventa-se, re-identifica e redefine-se. Já não há nenhum limite a combinações e o passado, presente e futuro misturam-se, produzindo harmonia a cada momento».

Diversos desfiles irão mostrar as novas sugestões para a estação, num calendário que inclui também a apresentação das coleções dos alunos finalistas da escola de moda Esmod. «Encorajamos os designers e a indústria a juntarem-se na Texworld para que os jovens recém-formados possam entrar mais facilmente no mundo profissional e perceber as suas exigências», desafia Michael Scherpe. «A indústria beneficia das novas ideias para desenvolver as suas coleções», sublinha o presidente da Messe Frankfurt France.

Para além das tendências de moda, o programa paralelo pretende também apresentar e discutir as correntes que irão moldar os negócios nos próximos tempos. Responsabilidade social corporativa, sourcing europeu de vestuário e têxteis inovadores são alguns dos temas que serão debatidos ao longo dos quatro dias do salão de tecidos parisiense, que se realiza em paralelo com a feira de sourcing Apparel Sourcing e, pela primeira vez na Cidade Luz, com a Avantex, dedicada à inovação e tecnologia aplicada à moda.