Início Notícias Têxtil

Texworld Paris aposta na diversidade

A 44.ª edição da Texworld Paris abre portas de 11 a 14 de fevereiro com 741 expositores de mais de 20 países, incluindo Portugal, que estará representado pela 6 Dias Têxteis.

Michael Scherpe

As empresas da China, Turquia e Índia vão invadir o salão de tecidos, o mesmo acontecendo com as suas homólogas da Coreia do Sul, Taiwan, Paquistão e Indonésia. A Turquia estará igualmente bem representada, com 99 expositores, divididos essencialmente pelos espaços dedicados às malhas, toques sedosos, fatos e jacquard. «Vários anos de instabilidade económica e política encorajaram as empresas turcas a diversificar mercados e base de clientes. A presença tradicionalmente forte dos produtos turcos nas gamas da Texworld Paris oferece-lhes essa oportunidade», afirma a Messe Frankfurt France, responsável pela organização da Texworld Paris, em comunicado.

O certame, que se realiza em paralelo com a Apparel Sourcing Paris e a Avantex, no que a Messe Frankfurt France batizou de The Fairyland for Fashion, tem nesta edição um novo circuito pensado para destacar os produtos com características mais artesanais e de valor acrescentado, incluindo brocados e bordados. «O negócio é de grande importância para cada um de nós, obviamente, já que todos os nossos expositores estão particularmente bem qualificados no que diz respeito a cumprir as expectativas dos mercados de moda, quer digam respeito a design, qualidade, economia, prazos ou até sustentabilidade. Ao criarmos o circuito Handmade ao lado dos circuitos Sustainable Sourcing e Small Quantities, ficou claro que os 20 países produtores industriais de têxteis que compõem a oferta têm muito para nos ensinar», reconhece Michael Scherpe, presidente da Messe Frankfurt France.

A proposta da Texworld completa-se com a Texworld Denim Paris, dedicada apenas ao universo do denim, onde estão presentes expositores de tecidos, confeção e produto acabado.

«A grande diversidade é um dos pontos fortes das feiras da Messe Frankfurt France e a Texworld Paris beneficia disso com cerca de 20 nacionalidades diferentes representadas. É um caldeirão de diferentes conhecimentos que correspondem às tendências para o verão 2020 e revela várias boas opções em tecidos de algodão, rendas, sedas e acetinados, sem falar das malhas. Estes segmentos são particularmente populares junto dos expositores nesta edição de fevereiro de 2019», assegura Scherpe. «Esta profusão de soluções de tecidos é o que torna a Texworld Paris um ponto de encontro vital para trocar ideias e fazer negócios», sublinha.

Fonte de tendências primavera/verão 2020

A Texworld Paris tem ainda um espaço dedicado às tendências, pensado e concretizado pelos diretores criativos Louis Gérin e Grégory Lamaud. Para a primavera-verão 2020, este espaço tem como tema Source, focado na necessidade de abraçar o passado para criar, a partir dele, um futuro mais sustentável. «Através do cruzamento de grupos de pensamento, correntes estéticas, influências sociais, manifestações antropológicas e artísticas, a nossa intenção atual é oferecer a nossa visão das sinergias no futuro, as influências da moda no futuro que está para vir», explicam Gérin e Lamaud no caderno de tendências. Percursory Remnant, Reincarnated Relics e Flickering Oasis são os três temas agregadores, que poderão ser descobertos nas várias conferências realizadas ao longo dos quatro dias do salão.

O programa de eventos paralelos, que abarca mais de 35 eventos, inclui ainda a conferência “Modernização, inovação, reconversão: as estratégias vencedoras das fiações e tecelagens”, que se realiza na manhã do primeiro dia da Texworld Paris.