Início Notícias Têxtil

TMG com um pé na Alemanha

A MGC, a joint-venture que a empresa portuguesa tem com a inglesa Carrington Textiles, adquiriu a alemã Melchior Textil GmbH. O negócio reforça a posição das empresas na Europa, em particular nos mercados do centro, e alimenta a perspetiva de crescimento no mercado dos têxteis para vestuário de trabalho.

TMG na Milano Unica de julho 2019

A nova estrutura, refere o comunicado publicado no site da Carrington Textiles, «vai dar aos clientes uma maior variedade de escolha de tecidos sob um único teto», assim como uma capacidade superior de inovação. No entanto, tanto a Carrington – que tem uma lista de clientes que inclui a McDonalds, a UPS, a Shell, a Coca-Cola, a Airbus e Jaguar Land Rover –, como a Melchior vão manter as suas identidades e o seu posicionamento de marca próprios.

A MGC – Acabamentos Têxteis SA, criada em 2017, produz 18 milhões de metros de tecido por ano em Portugal, que se soma à atual capacidade de produção de 32 milhões de metros da Carrington na Europa, elevando o total anual para próximo dos 50 milhões de metros.

Manuel Gonçalves, diretor da MGC e administrador da TMG, considera que o negócio marca «o início de uma nova fase entusiasmante no nosso desenvolvimento, na qual seremos capazes de reforçar ainda mais a nossa posição no mercado». Além disso, afirma, «vai permitir-nos fazer novos investimentos adequados na fábrica à medida que crescemos sobre estas fundações».

As empresas sublinham que «esta aquisição fortalece ainda mais a posição de todas as empresas do grupo na Europa, com particular enfoque nos mercados da Alemanha, Áustria e Suíça [DACH – mercados de língua alemã] e na Europa Central».

Carrington na Techtextil 2019

Por seu lado, John Vareldzis, diretor da MGC e CEO da Carrington, assume estar «muito satisfeito por anunciar este passo positivo. A Melchior sempre foi uma escolha óbvia de parceiro para nós, tendo em conta a sua reputação no mercado de têxteis para vestuário de trabalho. Há algum tempo que estávamos a avaliar a possibilidade de cimentar a nossa relação com a Melchior e isto será estrategicamente vantajoso para o nosso futuro».

Já Dirk Otto, CEO do HOS-Group, que detinha até agora a Melchior Textil, acredita que «as possibilidades para a Melchior desta nova parceria são enormes. Reforça ainda mais a proposta da Melchior para o mercado a longo prazo, combinando os recursos e as capacidades técnicas da Melchior, da MGC e da Carrington».

A força da união

A própria empresa alemã vê igualmente com bons olhos a mudança de proprietários. «Enquanto parte de um grupo têxtil verticalmente integrado, a Melchior vai continuar a fornecer, aos clientes, produtos e serviços de qualidade premium, sendo até capaz de os expandir», assegura Manfred Seeber, CEO da Melchior Textil.

Fundada em 1996, a Melchior Textil é uma das principais fornecedoras europeias de têxteis para vestuário de trabalho, direcionado para utilizadores finais na indústria, governo, comércio e serviços de saúde. A sua gama de produtos inclui tecidos em diferentes composições e acabamentos, incluindo repelência à água e à sujidade. Recentemente, a empresa esteve na A+A, em Düsseldorf, onde destacou os tecidos denim com elastano e as misturas com liocel e poliéster, direcionadas para o mercado da saúde.

Melchior

A Melchior Textil tinha já manifestado que a «parceria estratégica» com a TMG Acabamentos Têxteis SA tinha saído reforçada com a joint-venture entre a empresa portuguesa e a Carrington. «A cooperação vai lucrar consideravelmente com os ganhos de eficiência e competitividade trazidos pela joint-venture. O objetivo principal da Melchior continua a ser um foco estratégico em fornecer soluções inovadoras de produtos e serviços para os seus clientes», apontou na altura.