Início Arquivo

TMG e Mello lançam OPA sobre Efacec

A Têxtil Manuel Gonçalves – TMG e o Grupo José de Mello, detentores desde 2000 de 50,8% do capital da Efacec, lançaram uma Oferta Pública de Aquisição sobre o restante capital desta empresa, oferecendo 3,15 euros por acção, o que significa um prémio de 30% sobre a cotação média ponderada nos últimos seis meses. O investimento em causa é de 62 milhões de euros, metade financiado por capitais próprios e metade com recurso bancário à Caixa Geral de Depósitos. A OPA tem como principal objectivo a internacionalização e o crescimento da Efacec, através da instalação de unidades de produção nos mercados onde está presente, pois até agora, segundo os gestores do dois grupos, a sua capacidade de concorrência estava limitada ao recurso exclusivo às fábricas instaladas em Portugal, implicando uma perda de competitividade por via dos custos de transporte inerentes. Os mercados em causa serão os EUA, a República Checa, a China e Macau, o Brasil, a Malásia, a Argentina, a Tunísia, S. Salvador, Moçambique e Angola. O vice presidente do grupo Mello, Pedro Mello, referiu que tem como objectivo duplicar o volume de vendas da Efacec no mercado externo dentro de quatro anos, e acrescentou que esta OPA acaba por ser um reflexo do entendimento e consonância estratégica dos dois grupos sobre o futuro e o potencial de crescimento da empresa especialista em material eléctrico e electrónico. A operação foi realizada através da Tecnoholding, uma sociedade detida equitativamente pelos grupos José de Mello e Têxtil Manuel Gonçalves.