Início Arquivo

Tribunal decretou falência da Sobrinca

A Sobrinca, Brinquedos e Utilidades para Crianças, foi declarada falida pelo Tribunal de Santa Maria da Feira. Independentemente da assembleia de credores não reunir os votos que correspondiam a 66 por cento dos créditos, a juíza determinou a falência da empresas, baseada no facto de sempre ter sido negado o acesso às instalações aos gestores judiciais, impossibilitando-os de realizarem um relatório preliminar sobre a viabilidade da empresa. O último gestor judicial passa agora a ser o liquidatário judicial e vai promover, a partir de agora, as diligências para a execução da sentença. Os trabalhadores, detentores de 11 por cento dos créditos, defendiam a falência, mas o anterior proprietário – que nada recebeu da venda –, queria apresentar uma proposta de recuperação da empresa que fundou. O Tribunal decretou a apreensão dos elementos da contabilidade e dos bens da Sobrinca, incluindo os que tenham sido arrestados ou penhorados.