Início Notícias Calçado

Tudo a postos na GDS

A feira alemã de calçado está a reforçar a sua posição como primeira plataforma de contacto com as tendências e os designs para a primavera-verão 2016, com a próxima edição a juntar cerca de 900 marcas dos cinco cantos do mundo, incluindo 55 representantes do “made in Portugal”.

Düsseldorf, DEU. 06.02.2015. Halle 1. Impressionen der GDS – Global Destination for Shoes & Accessoires vom 4. bis 6. Februar 2015. --- Fair Impressions of GDS – Global Destination for Shoes & Accessoires from 4. to 6. Februar 2015. Foto: Constanze Tillmann, Exploitation right Messe Duesseldorf, M e s s e p l a t z, D-40474 D u e s s e l d o r f, www.messe-duesseldorf.de; eine h o n o r a r f r e i e Nutzung des Bildes ist nur fuer journalistische Berichterstattung, bei vollstaendiger Namensnennung des Urhebers gem. Par. 13 UrhG (Foto: Messe Duesseldorf / ctillmann) und Beleg moeglich; Verwendung ausserhalb journalistischer Zwecke nur nach schriftlicher Vereinbarung mit dem Urheber; soweit nicht ausdruecklich vermerkt werden keine Persoenlichkeits-, Eigentums-, Kunst- oder Markenrechte eingeraeumt. Die Einholung dieser Rechte obliegt dem Nutzer; Jede Weitergabe des Bildes an Dritte ohne Genehmigung ist untersagt | Any usage and publication only for editorial use, commercial use and advertising only after agreement; unless otherwise stated: no Model release, property release or other third party rights available; royalty free only with mandatory credit: photo by Messe Duesseldorf]

Nos últimos três dias de julho – de 29 a 31 –, as atenções descem aos pés para conhecer as propostas de calçado apresentadas na GDS para a estação quente do próximo ano. Mais de 880 marcas já confirmaram a sua presença na feira de Düsseldorf, na Alemanha, onde estarão divididas em três segmentos: Highstreet, Studio e Pop Up. A área Pop Up ficará, nesta edição no Hall 10, enquanto o espaço dedicado ao Highstreet irá aumentar. «O nosso novo conceito foi bem aceite. Isso é especialmente visível na nossa capacidade de não só conquistar players internacionais mas também marcas interessantes mais pequenas», afirma Kirstin Deutelmoser, diretora da GDS.

O certame, que antecipou as suas datas, pretende ser uma fonte de informação e inspiração para o sector. «As nossas medidas são direcionadas para responder às necessidades dos visitantes, para lhes dar uma visão abrangente das tendências, das coleções e dos fornecedores disponíveis», destaca Werner Matthias Dornscheidt, CEO da Messe Düsseldorf. «No atual clima de mercado, o mais importante é que os retalhistas agucem os seus perfis. Aqui oferecemos muito mais do que ideias para o design de uma linha, oferecemos também inspiração para merchandising e para o desenvolvimento do modelo de negócios», aponta.

As tendências serão reveladas na passerelle, em desfiles diários, mas também no Trend Spot, localizado no hall 5, onde serão mostradas as inovações, assim como as cores que vão marcar a estação. No Forum Touch, os visitantes – que na última edição superaram os 16 mil – podem mesmo tocar nos materiais e inovações selecionadas. Depois da estreia bem sucedida em fevereiro, o conceito Design Trendsetter regressa nesta edição. «Para além de fornecer uma gama abrangente de informação, vemos como sendo a nossa missão enquanto feira promover a criatividade.

Depois do feedback positivo que recebemos sobretudo dos retalhistas internacionais, estamos muito satisfeitos por mostrarmos nesta edição da GDS as coleções progressivas para a primavera-verão 2016 de 20 talentos do design e dar-lhes uma plataforma para a sua própria feira», sustenta Kirstin Deutelmoser. Em termos de negócio, a GDS conta nesta edição com a apresentação do “World Footwear Yearbook 2015”, resultado de uma parceria entre a associação portuguesa Apiccaps e a GDS, que agrega os dados estatísticos do sector.

A mesma Apiccaps promove a presença de jovens designers portugueses de calçado na feira, numa iniciativa batizada “Portuguese Young Talents” que volta a levar a Düsseldorf marcas como a Lazuli, Manuel Dupont, Najha e Yall, assim como as estreias da 7Hills e Adelaide Ribeiro. Em paralelo com a GDS realiza-se ainda a feira de sourcing tag it! e Festival Out of the Box, que irá levar o mundo do calçado para o centro da cidade, com atividades especiais desenvolvidas em parceria com as lojas para envolver os consumidores, onde se inclui uma corrida de saltos altos (que têm de ter mais de 7,5 centímetros de altura e menos de 1,5 centímetros de largura) que promete animar a Graf-Adolf-Platz.