Início Arquivo

U. Minho foi casa de Mateus

Os alunos de Engenharia Têxtil da Universidade do Minho (UM), em parceria com o seu departamento, realizaram as Jornadas de Engenharia Têxtil 2001, apresentadas no Auditório Nobre da Universidade no pólo de Guimarães. Subordinadas ao tema «Indústria Têxtil na Abertura a Novos Mercados», as jornadas pretenderam debater a situação do sector Têxtil em Portugal, assim como salientar o trabalho desenvolvido pela UM neste domínio. Neste contexto, foram convidadas a intervir personalidades e entidades de diversas áreas directamente relacionadas com o sector, designadamente a Gestão Global na Qualidade, a Gestão Integrada no mesmo domínio, Higiene e Segurança no Trabalho, a Tecnologia e a Economia. As participações foram da responsabilidade de Augusto Mateus, Manuel Serrão, Cândido Pires, Cadima Ribeiro, IAPMEI, CENESTAP, IDICT, IPQ, CITEVE e TRATAVE, entre outros. O tema pretendeu ir de encontro às expectativas criadas pelas empresas em relação ao curso de Engenharia Têxtil, com abordagem de matérias pouco mencionados anteriormente, permitindo uma visão global na abertura a novos mercados. Um produto final de boa qualidade, um melhor aproveitamento das matérias-primas, a preservação do meio ambiente e a optimização dos meios, nomeadamente mecânicos, electrónicos, informáticos e humanos, são considerados pontos essenciais para o sucesso.