Início Notícias Têxtil

UE restringe 33 químicos nocivos na ITVC

A União Europeia aplicou novas restrições em 33 produtos químicos que são usados em têxteis, vestuário e calçado, uma vez que foram considerados cancerígenos, mutagénicos ou tóxicos para a reprodução. As novas medidas entraram em vigor já no dia 1 de novembro.

[©Sourcing Journal]

As medidas decretadas têm como objetivo proteger os consumidores da União Europeia (UE) de substâncias perigosas que possam estar em contacto frequente com a pele e sejam conhecidas por provocar cancro e também problemas na saúde reprodutiva.

«A saúde e o bem-estar dos nossos cidadãos são de extrema importância, agora mais do que nunca», afirma Thierry Breton, comissário europeu para o Mercado Interno, citado pelo  just-style.com. «A restrição é o resultado de uma boa cooperação entre a Comissão Europeia, a Agência Europeia dos Produtos Químicos (ECHA na sigla original), as indústrias químicas e têxteis, ONG’s e especialistas médicos que visam garantir a segurança desses produtos para os nossos cidadãos», explica.

A restrição aplicada face aos 33 produtos químicos especifica limites máximos de concentração em cada substância ou em grupos de substâncias potencialmente presentes nesses produtos. A medida inclui substâncias como hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, cádmio, crómio, chumbo e seus compostos e ftalatos, entre vários outros.

Thierry Breton [©ENDS Europe]
Além de zelarem pela saúde, as restrições também contribuem para a redução das emissões ambientais dessas substâncias nocivas, que podem, por exemplo, ser libertadas durante as lavagens, e a melhoria da qualidade dos materiais têxteis reciclados.

Estas novas medidas surgem com base no regulamento REACH da EU, que promove uma maior proteção a nível mundial para a saúde humana e para o meio ambiente.

Uma nota política recentemente divulgada pela Comissão Europeia refere várias mudanças importantes que a o executivo da UE pretende fazer na legislação química europeia, com impacto no sector têxtil, incluindo uma grande reformulação do sistema REACH (Registo, Avaliação, Autorização e Restrição de Químicos, em português).