Início Arquivo

Um “must-have” da estação

Elegância é a palavra-chave para a maioria dos estilistas que tem vindo a apostar no design de vestidos bicolores como uma das peças de destaque das suas colecções de moda. Elsa Schiaparelli foi uma das primeiras a investir nesta tendência, que volta a aparecer na sua máxima expressão na colecção de Outono-Inverno 2009/2010. Segundo a revista Vogue espanhola, esta tendência de utilizar duas cores distintas e, por vezes, contrastantes nas indumentárias e acessórios acaba por proporcionar jogos ópticos que dão elegância e um toque de extravagância a peças que, de outra forma, acabariam por cair na trivialidade. A Moschino Cheap&Chic sucumbiu à tendência e propõe vestidos de duas cores que são complementados por grandes laços ou por uma tira de tecido que divide utopicamente o vestido em duas partes distintas. Já os estilistas Tommaso Aquilano e Roberto Rimondi apresentaram um vestido de veludo que relembra claramente a estética “Duas Caras” do Joker, o famoso vilão dos desenhos animados de Batman. Quanto a Hussein Chalayan, confere um sabor étnico à tendência bicolor apostando nos mini-vestidos. Donatella Versace, por seu lado, preferiu oferecer uma versão sensual do vestido bicolor, através da utilização dos decotes em V e combinação com detalhes metálicos e cintos que realçam as curvas femininas; enquanto que a Rue du Mail apostou em vestidos que incorporam assimetrias. Nem Alexandre Herchovitch escapou à nova vaga, tendo-se inspirado nesta grande tendência para criar vestidos com estampados artísticos, em tons de roxo, branco e negro; enquanto que a Costume National preferiu jogar com as texturas, em mini-vestidos de cor negra, com mangas de corte em trapézio. Esta tendência traz de volta a elegância e a originalidade não só às passerelles, mas também à vida quotidiana e é certamente uma boa proposta para usar e abusar na última noite do ano.