Início Arquivo

Um novo conceito de portal

O conceito de portal – site Web que funciona como ponto de entrada para outros recursos da Internet – está a alargar-se. Depois dos portais generalistas, como o MSN, o Yahoo ou o NetSapo, apareceram os portais empresariais, e mais recentemente os portais verticals (vortals – vertical industry portals), que pretendem ser pontos de encontro para indústrias ou sectores específicos, servindo não só como fonte de notícias do sector, mas também para a prestação de serviços business-to-business, juntando desta forma clientes e fornecedores e permitindo a realização de transacções comerciais.

A lógica por trás deste novo conceito prende-se com o facto de se perder demasiado tempo na pesquisa de informação em portais generalistas ou em motores de pesquisa e com a necessidade de centralizar num site a informação relativa a um sector de actividade que se encontra dispersa por muitos sites. Este conceito tem tanto futuro que a Microsoft investiu $19 milhões de contos na VerticalNet, o operador líder de mercado com mais de 55 comunidades business-to-business. O Gartner Group já identificou cerca de 300 destas comunidades e estima que dentro de 2 anos existirão mais de 10 mil.

Neste contexto ganha importância o projecto visionário do Portugal Têxtil (www.portugaltextil.com), o centro de conhecimento da indústria têxtil e do vestuário portuguesa, lançado em 1998 e que presta diversos serviços e fornece informação às empresas desta indústria nomeadamente notícias sobre o sector, estatísticas sectoriais, calendário de eventos e base de dados com as empresas e os fornecedores do Sector Têxtil e do Vestuário.