Início Notícias Vestuário

Variedade pinta Apparel Sourcing Paris

China, Paquistão e Índia são alguns dos países que irão marcar presença na feira de sourcing de vestuário da Messe Frankfurt France, que se realiza de 11 a 14 de fevereiro, no centro de exposições Paris Le Bourget. Uma edição que contará ainda com o regresso da Etiópia, que se estreou no ano passado no certame.

Em relação a fevereiro de 2018, a Apparel Sourcing Paris contará com um aumento de 17% no numero de expositores. Os expositores, que oferecem desde o artigo mais básico até ao feito à medida, abrangem toda a gama de pronto-a-vestir para homem, mulher e criança e encontram-se divididos entre a área de especialidade na produção de vestuário (sportswear, evening wear, lingerie, etc).

O certame, que se realiza em paralelo com a Texworld Paris e a Avantex, acolherá expositores de países como a China, Paquistão e Camboja e contará com o regresso da Etiópia. Na área Shawls & Scarves Paris, que recebe 50 expositores de um total de 400, exclusivamente dedicados a cachecóis e xailes, o número de empresas a expor os seus produtos é muito estável em comparação com a edição de fevereiro, garante a organização em comunicado.

Michael Scherpe

«Os eventos têm sido organizados especialmente para dar resposta à procura de todos os agentes da indústria da moda», afirma Michael Scherpe, presidente da Messe Frankfurt France. «Nessa perspetiva, fazemos questão de antecipar os desafios do mercado e oferecer as opções certas, enquanto se apresentam novidades que foram descobertas pelas nossas equipas em todos os continentes», explica.

Nesta edição, Scherpe destaca a presença da China. «No âmbito da parceria com a Chinese Textile International Trade Promotion Centre (CCPIT Tex) irão marcar presença mais 118 expositores da China do que em 2018. A China, que tem uma grande importância para a indústria, é o país com maior representatividade no evento, constituindo 65% da oferta. Estas empresas chinesas passaram por uma grande modernização e adaptaram-se de forma excecional às necessidades das marcas globais de moda, que olha com particular interesse para Paris como plataforma. Um fenómeno que pode ser explicado pela situação política e económica, com o encerramento de ligações com o outro lado do Atlântico. A produção e vestuário no Extremo Oriente parece estar a dirigir-se ainda mais para o mercado europeu e para a Messe Frankfurt France em particular», revela.

Etiópia de volta

A Apparel Sourcing Paris vai albergar novamente expositores etíopes. «Fomos os primeiros em Paris a apostar na sua oferta em têxteis e acessórios», recorda Michael Scherpe. A Etiópia embarca no seu regresso com uma delegação de cinco empresas de vestuário, com destaque para a Velocity Apparelz, que fornece do pronto a vestir ao sportswear. Destaque ainda para a Desta, de volta depois de uma primeira presença bem sucedida no ano passado, que oferece principalmente casualwear, mas também uniformes masculinos, e ainda para a estreia da Eltex, especialista em activewear para homens e mulheres.

Os expositores habituais

A China é a principal fornecedora de vestuário da Europa e permanece um pilar para o sector, daí que as suas empresas estejam em foco na Apparel Sourcing Paris. No certame, o país irá apresentar uma gama de produtos muito diversa, em termos técnicos e soluções, para o vestuário e acessórios.

Destaque ainda para a forte presença do Bangladesh, cujo pavilhão, organizado pela Export Promotion Bureau, acolhe cerca de uma dúzia de expositores. De igual forma, outra dúzia de empresas do país marca presença para promover a sua especialidade noutros espaços do salão.

O Paquistão, outra presença habitual na Apparel Sourcing Paris, implementou um plano de marketing para impulsionar a sua indústria têxtil, denominado Emerging Pakistan. Já Hong Kong, que sempre promoveu a sua variedade, as suas tradições e ligações de proximidade com as marcas ocidentais, propõe uma vasta gama de produtos, como os caps da Forever Century ou o pronto a vestir de coleções da Global Market.

A Índia está no centro do evento e completa a gama de produtos, com destaque para a Mir Handicrafts, que conta com uma vasta gama e de materiais e cores nas suas coleções para a moda e para o lar.

Nas secções dedicadas aos acessórios têxteis, ressalta o regresso de produtos para calcado da Al Sama da Jordânia.

À semelhança dos outros eventos sob a chancela da Messe Frankfurt France, a Apparel Sourcing Paris e a Shawls & Scarves Paris englobam ainda circuitos para pequenas quantidades e para a sustentabilidade, o Small Quantities e o Sustainable Sourcing, respetivamente, destinados a profissionais que pretendem encomendar pequenos volumes ou fornecedores sustentáveis.