Início Arquivo

Vendas sobem em maio

As vendas a retalho no Reino Unido recuperaram em maio, aumentando 3,3% após um abril chuvoso ter registado um declínio das vendas, segundo as estatísticas oficiais recentemente publicadas. Os volumes das vendas a retalho foram 2,4% mais elevados do que em maio do ano passado, segundo os dados do Gabinete Nacional de Estatística, o que foi atribuído a níveis mais elevados de promoções. A inflação dos preços nas lojas abrandou para 0,9%, a sua taxa anual mais baixa desde outubro de 2009. As lojas de têxteis e calçado registaram um ganho de 0,7% em termos anuais após uma quebra de 5,4% em abril. Contudo, os volumes de vendas caíram 1%, com o setor a registar uma inflação de 1,8% no ano até maio. Em termos mensais, o Gabinete Oficial de Estatística indicou que o aumento das vendas foi impulsionado por um aumento de 3,4% nas vendas de vestuário e calçado. Lojas como os grandes armazéns registaram um aumento mensal em volume impulsionado por descontos, elevando o aumento anual das vendas para 11,3% – o valor mais elevado desde fevereiro de 2000. Em comentário aos números, o diretor-geral do British Retail Consortium (BRC), Stephen Robertson, afirmou que «o fim de semanas de chuva constante e a aproximação ao Jubileu [da Rainha Isabel II] deram um impulso útil em maio, mas os retalhistas dizem-nos que o efeito ficou em grande parte confinado à última semana do mês, quando o sol apareceu e os consumidores também. O sol tímido, raramente visto em março, criou um aumento da procura por artigos de verão que foram finalmente lançados. As vendas modestas de casacos e tapetes deram lugar a vendas muito melhores de t-shirts e barbecues à medida que o interesse se volta para o exterior. A concorrência no retalho ajudou a empurrar a inflação para baixo para um mínimo de dois anos e meio, o que é um bom sinal de que as pressões nos orçamentos familiares estão a aliviar. Mas os rendimentos ainda estão a descer em termos reais e a falta de poder de compra dos consumidores continua a ser um grande problema». Estudos anteriores junto dos empresários tinham já dado uma imagem positiva do setor em maio, ajudado pelo tempo quente e solarengo, com a sondagem da Confederação da Indústria Britânica a mostrar que as vendas a retalho britânicas cresceram ao seu ritmo mais elevado em mais de um ano.