Início Notícias Tendências

Verão de todas as incertezas

Já a pensar na estação quente de 2022, o WGSN avança com três direções que já espelham a reação ao impacto do Covid-19 no mundo. A incerteza domina a primavera-verão 2022 e reflete-se na paleta de cores da estação.

[©WGSN]

Connected, Euphoric e Resourceful são as três tendências apontadas pelo gabinete de tendências para a primavera-verão 2022 – as primeiras compiladas após o surgimento da pandemia.

Connected

Connected explora como nos relacionamos connosco e com os outros num mundo de disrupção extrema. Como desenvolvemos relações de uma forma não física, como gerimos o nosso bem-estar e saúde e como nos ligamos a um significado maior além do aqui e do agora.

Connected [©WGSN]
O resultado, indica o WGSN, é uma tendência muito versátil de justaposições e ideias aparentemente opostas: ferramentas digitais para recriar experiências naturais ou até espirituais; vestuário e elementos de decoração de interiores com propriedades curativas e de filtragem; misticismo antigo como forma de ver o futuro. Tecnologia e talismãs, espiritualidade e ciência – tudo tem aqui lugar.

A linha comum nestas ideias é que o design terá menos a ver com os produtos ou a experiência em si e mais com o que serve a Humanidade, seja um casaco com tecnologia inteligente, novos materiais que oferecem um maior conforto e proteção ou uma app de terapia virtual que dá segurança. Os tecidos vão espelhar os ambientes de casa, dando uma sensação de calma e minimalismo.

Euphoric

Esta tendência explora o poder do design para melhorar o nosso estado de espírito e incitar o positivismo. A alegria e o otimismo são encarados como necessários e até fulcrais, numa conjuntura de desafios e constrangimentos.

Euphoric [©WGSN]
Os designs vão celebrar a criatividade e a liberdade que vêm da expressão digital, mas também oferecer uma abordagem aos temas do natural e artesanal, com uma abordagem vibrante às técnicas ancestrais e à reciclagem.

Tesouros e referências do passado serão revistos e integrados em combinações por vezes irreverentes que também dão uma sensação de luxo e qualidade extrema. Ao seu nível mais simples, as cores podem ser usadas como uma ferramenta para energizar os básicos e, no seu lado mais exuberante, inspirações psicadélicas irão oferecer uma visão diferente da realidade.

Resourceful

Esta tendência reavalia a relação com as coisas que usamos e como as mesmas são feitas. Prefere o local face ao global e está alicerçada na praticalidade, na sustentabilidade e no artesanal, invocando o etos de William Morris, designer têxtil e escritor da era vitoriana, que escreveu que «nada deve ser feito pelo trabalho do homem que não valha a pena fazer ou que tenha de ser feito por trabalho que degrada quem o faz». Num mundo em que os meios de produção estão sob grande pressão e escrutínio, vamos encontrar novas formas, mais colaborativas e focadas na comunidade, de não apenas sobreviver, mas também prosperar.

Resourceful [©WGSN]
Nesta tendência, sublinha o WGSN, a história de como um produto é feito será tão importante quanto como o que é feito. As qualidades imperfeitas e decorativas dos materiais naturais e dos processos artesanais serão celebradas e o minimalismo será abraçado como um estado de espírito em vez de uma simples estética, com foco em menos e melhor em vez de apenas simples. «Tem a ver com design com um sentido partilhado de propósito e continuidade, onde os produtos, sistemas e materiais requerem recursos reduzidos, menos manutenção e ficam melhores com a idade», aponta o gabinete de tendências.

Cores (in)usuais

A incerteza provocada pelo novo coronavírus reflete-se nas tonalidades que irão pintar a moda na primavera-verão de 2022.

Enhanced Nature [©WGSN]
Como cores essenciais à estação, o WGSN selecionou verde azeitona, orquídea, amarelo manteiga, laranja sorvete de manga e azul atlântico. A paleta está dividida em Enhanced Nature e Everyday Pleasure.

Em Enhanced Nature, a natureza é a inspiração, mas há também um toque não-natural, que a torna adaptável a contextos físicos e digitais. Os tons são «prudentemente otimistas», com uma intensidade capaz de ativar os sentidos, despoletando sentimentos de alegria, prazer e tranquilidade. Entre as cores em destaque estão os vermelhos e laranjas fortes e diversas tonalidades de azul.

Everyday Pleasure [©WGSN]
Já Everyday Pleasure enche-se de tons mais suaves e inspirados nos prazeres simples e nos sentidos do gosto, tato e olfato. Estes tons celebram a tatilidade dos objetos do quotidiano e transmitem uma sensação de equilíbrio e tranquilidade. A paleta não ostenta grandes contrastes, apenas uma seleção harmoniosa de tons terra mais quentes com cores mais escuras como o azeitona, azul oceano profundo e carvão claro.