Início Arquivo

Verão radioso para a H&M

A Hennes & Mauritz anunciou um aumento de 14% nas vendas de Julho, um valor que ficou todavia abaixo do esperado depois do crescimento de 17% registado em Junho.As vendas nas lojas que abriram há pelo menos um ano aumentaram 2%, um valor inferior aos 5% registados no mês anterior. Dez analistas questionados pela Reuters tinham previsto um aumento das vendas totais de Julho de 14,8%, com um crescimento das vendas das lojas abertas há mais de um ano de 3%.A precipitação média na Alemanha, o principal mercado da H&M, esteve cerca de 50% acima dos valores considerados normais para a época em Julho e os três meses anteriores a Julho foram os mais quentes em 241 anos de registo no Reino Unido. Os retalhistas britânicos Woolworths Group e ScS Upholstery afirmaram que a chuva ajudou a melhorar as suas vendas uma vez que as pessoas faziam compras em vez de piqueniques e actividades ao ar livre.«As condições meteorológicas de Julho não foram tão boas na Europa do Norte, o que significa que as pessoas fizeram compras em vez de irem para a praia», afirmou Bjorn Schwarz, um analista no Sydbank da Dinamarca, antes dos resultados terem sido revelados. Schwarz previa ganhos na ordem dos 5% para as lojas abertas há mais de um ano e de 16% no retorno financeiro total.Uma das explicações avançadas por Christian Nagstrup, um analista do Jyske Bank, para o menor crescimento de Julho em relação ao mês anterior prende-se com o facto de Julho ter tido menos um sábado que Junho. De acordo com este especialista, isso normalmente traduz-se por uma diferença de menos 2%, e por isso já estava à espera destes resultados.A empresa não forneceu os dados actuais sobre as vendas, tendo dado a indicação de que os valores para Agosto vão ser publicados juntamente com os resultados do período de nove meses a 26 de Setembro.A cadeia de vestuário, que tinha, em 31 de Julho, 1.422 lojas, mais 174 que a 31 de Julho de 2006, viu as vendas aumentarem consideravelmente devido à colaboração das estrelas pop Madonna e Kylie Minogue. Mas a aposta em celebridades não se fica por aqui, devendo sair já em Novembro a nova colecção desenhada pelo famoso estilista italiano Roberto Cavalli, que será distribuída em 200 lojas de todo o mundo.Ao mesmo tempo, a H&M veio desmentir o rumor de que se preparava para abrir o seu primeiro outlet na Rússia, tendo um porta-voz da empresa afirmado que «não temos planos nenhuns neste momento. Estamos sempre a observar outros mercados mas não temos quaisquer planos para a Rússia»