Início Arquivo

Vietname desenvolve indústria têxtil

O Vietname pode tornar-se num grande produtor têxtil a longo prazo. Investimentos importantes estão já planeados quer na área de Fibras Sintéticas Artificiais quer na área do algodão. O maior grupo têxtil de Taiwan, Formosa Plastics, começou a construir um grande complexo têxtil na zona industrial de Nhon Trach. Os seus dois subsidiários Nan Ya Plastics e Formosa Chemical and Fibre vão gastar 279 milhões de euros para transferir para o Vietname grande parte das suas fábricas de Taiwan, no sentido de produzir polyester e fios de seda. O plano de investimentos inclui uma fábrica de “thermo-power” de 96 milhões de euros. O grupo de Taiwan prevê que a empresa formada pela Formosa Plastics obtenha um volume de negócios de 72 milhões de euros. Parte da produção vai ser exportada e a outra parte vai ser comprada por empresas de vestuário vietnamitas, depois da Formosa Plastics ter investido em tecelagem e acabamentos, como aliás tinha sido já planeado. O grupo vai receber outras empresas têxteis de Taiwan prontas para investir no mesmo local. A Formosa Plastics tinha inicialmente planeado investir na China, mas mudou de ideias após a oposição manifestada pelos concorrentes chineses. O grupo escolheu o Vietname pela habilidade e baixos custos da força de trabalho. Espera-se que o Vietname desenvolva dramaticamente as suas exportações de têxteis e vestuário nos próximos anos, podendo atingir os 2.7 mil milhões de euros em 2002. Nos próximos anos as exportações de vestuário só para os Estados Unidos poderão atingir os 226 milhões de euros em 2002 e 1.7 mil milhões de euros em 2005. O Japão e a União Europeia são actualmente os principais clientes do Vietname.