Início Arquivo

Visuais ousados e sofisticados

No passado dia 11 de Janeiro voltaram a ser atribuídos – pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood – os Globos de Ouro, em Beverly Hills, e o consenso entre os especialista de moda foi de que não se viram grandes “gafes” nas escolhas das indumentárias por parte das estrelas de cinema de Hollywood. Na verdade, todos concordaram, de forma geral, que os visuais escolhidos primaram pela sofisticação, modernidade e beleza. «Penso que ninguém cometeu grandes erros na edição dos Globos de Ouro e de forma geral toda a gente estava deslumbrante», começou por explicar Sasha Charnin Morrison, directora de moda do US Weekly. Entre as tonalidades em voga destacaram-se o preto e o azul-escuro, que dominaram as escolhas de muitas das actrizes presentes no evento, como Kate Winslet, Amy Adams, Sally Hawkins e Viola Davi. «O preto faz-me sentir sexy e eu estava a precisar de me sentir sexy hoje», salientou Davis, nomeada para o troféu de melhor actriz secundária pelo filme "Dúvida", explicando assim a sua escolha de um vestido Max Azria com um grande decote em V. Evan Rachel Wood, protagonista do filme "O Lutador", optou também por um vestido preto com decote profundo. «As pessoas perguntaram-me o porquê da minha escolha. Mas sinceramente, e ao contrário do que dizem, penso que foi o vestido que me escolheu a mim», comentou a actriz, que vestia Elie Saab. Por outro lado, o azul foi outra tonalidade em evidência na noite dos Globos de Ouro, tendo sido a escolha ideal para Anne Hathaway, Maggie Gyllenhaal, Drew Barrymore, Debra Messing e Sigourney Weaver. «O preto e o azul foram as cores mais escolhidas da noite e, na sua maioria, acabaram por ser acompanhadas e complementadas com brincos e pulseiras em tamanho XL», comentou o personal stylist, Michael O’Connor. Relativamente às formas, e salvo raras excepções, a maior tendência da noite foi a dos vestidos “cai-cai”, elegantes, simples e sensuais. Além de Kate Winslet e Amy Adams, também Anne Hathaway, Eva Longoria, Eva Mendes, Miley Cyrus e Freida Pinto fizeram questão de deixar os seus ombros à mostra. «Quando se experimenta um vestido e se sente que o mesmo nos assenta na perfeição, não podemos deixar de escolhê-lo e usá-lo. Foi o que aconteceu com este vestido, que acabou por ser uma escolha óbvia», retorquiu Freida Pinto, uma das estrelas de "Slumdog Millionaire", que optou por uma criação de Christian Lacroix em tons dourados, acompanhada por uns brincos de ouro vistosos e grandes. Já Angelina Jolie destoou da maioria das actrizes que optaram pelos vestidos “cai-cai” e compareceu no evento usando um vestido brilhante, mas simples, com contas prateadas, da autoria de Versace. Jennifer Lopez também optou pelo metálico e escolheu um vestido em tons de dourado. Apesar do geral bom gosto que desfilou pela passadeira vermelha do certame, terá de ser dado nota negativa à escolha da actriz Renée Zellweger – habitualmente uma das mais elegantes – que acabou por arrecadar a estatueta de “pior vestida dos Globos de Ouro”, ao optar por um vestido “vamp” em preto, da autoria de Carolina Herrera.