Início Notícias Moda

Zegna e Prada foram juntas às compras

Os dois colossos da moda italiana de luxo aliaram-se para adquirir uma empresa produtora de fios de caxemira e de outras fibras nobres. A compra da Filati Biagioli Modesto é, segundo os grupos Prada e Zegna, mais um passo na conservação e na diferenciação do “made in Italy”.

Filati Biagioli Modesto S.p.A [©Ermenegildo Zegna]

O grupo Ermenegildo Zegna e o grupo Prada uniram esforços para comprar uma quota maioritária na Filati Biagioli Modesto, uma empresa sediada em Montale reputada pela produção de fios de caxemira e de outras matérias-primas nobres.

Sob os termos do acordo, os dois grupos de moda de luxo ficarão com 40% da empresa cada, enquanto a família Biagioli irá manter 15% e os restantes 5% permanecerão na mão de Renato Cotto, um gestor com uma longa carreira no sector que deverá assumir a função de CEO.

Gildo Zegna, CEO do grupo Zegna, será nomeado presidente do conselho de administração, enquanto Franca Biagioli e Patrizio Bertelli, CEO do grupo Prada, irão integrar a administração, revela um comunicado do grupo Ermenegildo Zegna.

«Esta aquisição está em linha com a filosofia que o grupo Prada sempre perseguiu: controlo direto de toda a cadeia de aprovisionamento para assegurar qualidade sem restrições em toda a fase do processo produtivo. Representa mais um investimento estratégico que nos possibilita preservar o know-how e uma tradição centenária da excelência italiana na produção de fios finos; também prova a atitude de cooperação entre dois grupos italianos, parte do muito antecipado objetivo de uma abordagem em equipa na indústria da moda e na indústria de produção de Itália», afirma Patrizio Bertelli.

No início de junho, o grupo Zegna tinha já comprado uma quota maioritária na Tessitura Ubertino, uma empresa especializada em tecidos de gama alta para mulher, sediada em Biella.

Para Gildo Zegna, «a aquisição de empresas italianas históricas, cada uma especializada no seu próprio sector produtivo, permitiu à Zegna, ao longo dos anos, estabelecer um verdadeiro laboratório têxtil de luxo com o objetivo de produzir os tecidos da maior qualidade e ao mesmo tempo salvaguardar a diferenciação da cadeia de aprovisionamento italiana. Estou particularmente orgulhoso desta nova aquisição porque, ao juntarmos mais uma empresa prestigiante na área dos fios finos à nossa divisão têxtil, tenho a companhia nesta jornada de um grande empresário da indústria de moda italiana».

Filati Biagioli Modesto S.p.A [©Filati Biagioli Modesto]
Assegurar a continuidade, a preservação do know-how, a criação de valor para o “made in Italy” e a inovação é a visão que Patrizio Bertelli e Gildo Zegna partilham nesta parceria.

Muitas marcas estão atualmente a procurar aprovisionar-se de caxemira de forma sustentável devido às preocupações tanto ambientais como com o bem-estar animal.

De acordo com a PETA, a caxemira tem o maior impacto ambiental entre todas as fibras de origem animal. As cabras têm um apetite voraz e como consomem as raízes das plantas, o que impede que estas voltem a crescer, as frágeis pastagens estão a transformar-se em desertos, o que contribui para poluição perigosa suficientemente densa capaz de alcançar a América do Norte.