Início Notícias Têxtil

De onde vem o algodão?

O algodão é, talvez, a fibra mais famosa do mundo do vestuário, sendo usada quer na sua forma mais pura, quer misturada com outras matérias-primas. Afinal, onde é produzido o algodão e quais são os países que mais importam e exportam a matéria-prima?

Índia

As plantações de algodão estão espalhadas por regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo, encontradas maioritariamente na Índia, Egito, África e no continente americano.

Representando cerca de 50% da quota mundial do mercado das fibras, o algodão cresce em seis continentes. Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), na temporada 2018/2019, foram produzidos cerca de 119,3 milhões fardos de algodão. Isto representa um aumento de 0,7% em relação aos 118,5 milhões de fardos da época anterior.

A quota de mercado da Índia cresceu nos últimos anos, tendo o país ultrapassado os EUA e a China como maior produtor de algodão do mundo. Na temporada 2018/2019, a Índia produziu 26,5 milhões de fardos de algodão, uma diminuição em relação aos 29 milhões de fardos da época anterior, segundo dados da USDA.

China

A China é o segundo maior produtor do mundo de algodão, tendo produzido 26,5 milhões de fardos na época 2018/2019, uma diminuição em relação aos 27,5 milhões de fardos de 2017/2018. Os EUA são o terceiro maior produtor de algodão do mundo, tendo produzido 27,8 milhões de fardos na época 2018/2019, comparado com a estação anterior.

O Brasil produziu 12,8 milhões de fardos na mesma temporada, depois de ter produzido 10 milhões na estação anterior. A fechar o top 5 está o Paquistão, que produziu 8,5 milhões de fardos de algodão na época 2018/2019, um ligeiro aumento em relação à temporada anterior.

Trocas comerciais

As trocas mundiais de algodão atingiram os 41,4 milhões de fardos na última estação, o mesmo valor da época passada. A China foi o maior importador mundial na temporada 2018/2019, atingindo os 9,3 milhões de fardos de algodão. O Vietname importou 7 milhões de fardos, seguido do Bangladesh, com 6,9 milhões de fardos importados. A fechar o top 5 está a Indonésia, que importou 3 milhões de fardos este ano e o Paquistão, que importou 2,9 milhões de fardos.

EUA

Apesar de terem registado uma redução, os EUA foram, de longe, os maiores exportadores de algodão do mundo. Na época 2018/2019, o país exportou 14,5 milhões de fardos, uma diminuição de 8,2% comprado com os 15,8 milhões de fardos exportados na época anterior, representando cerca de 40% de exportações em todo o mundo. A diminuição deveu-se maioritariamente a uma queda abrupta das exportações para a China, como consequência da guerra comercial entre os dois países.

As exportações do Brasil cresceram para os 6,25 milhões de fardos, em relação aos 4,2 milhões de fardos da época passada, enquanto a Índia viu os seus envios a diminuírem para 3,8 milhões de fardos em relação aos 5,2 milhões de fardos exportados da temporada 2017/2018.

Já na Austrália os envios diminuíram para 3,6 milhões de fardos na época 2018/2019, comprados com os 3,9 milhões de fardos da temporada passada. O Benin, o maior exportador africano de algodão, exportou 1,3 milhões de fardos na época 2018-2019.